Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

Noite Italiana - Top Food

Julho 31, 2015

restaurante.jpg

 

Ontem foi a minha noite dedicada aos roteiros gastronómicos.

A escolha recaiu na cozinha italiana, mais propriamente, no Restaurante Bella Lisa Valmor, um restaurante italiano na Av. Visconde Valmor, nº 65ª, em Lisboa.

O ambiente relaxante e com uma decoração a recriar uma qualquer casa italiana transporta-nos automaticamente para essas paragens, a música que entoa e a simpatia de todos os empregados deixam felizes, descontraídos e bem-vindos a este restaurante.

carpaccio.jpg

 

Como entradas vieram para a mesa um carpaccio de carne de vitela em cama de rúcula e regada com um balsâmico italiano e umas bruschettas de queijo de cabra com framboesa e mel. Uma combinação perfeita em ambos os casos para degustar e saborear os sabores italianos.

alla forma.jpg

 

Depois entramos nos pratos, a opção recaiu num risoto de cogumelos Puccini que estava verdadeiramente divinal, um sabor terreno e que verdadeiramente nos vibra o palato, e um maravilhoso spaghetti ala forma, massa esparguete carregado de um fabuloso queijo parmesão, com cogumelos portobello e óleo de trufas negras, foi mais um prato digno dos deuses.

Tudo isto a acompanhar uma bela sangria de espumante que nos refresca e que nos alegra.

Saliento além dos excelentes paladares, da frescura dos alimentos a dedicação e simpatia do chefe de sala com a sua presença disponível e afável.

Um ótimo local a visitar para quem aprecia cozinha italiana e com grande relação qualidade/ preço. 

Para terminar a noite, e apesar da chuva miúda que caía sobre Lisboa, o que com o claro que estava nos remetia para os trópicos, fui até ao Chiado degustar um belo gelado italiano. Fui até ao Santini, que frequento desde criança em Cascais mas o qual já não visitava há algum tempo. A escolha foi para mim a mais acertada e a habitual, uma combinação da frescura do limão com o doce da meloa, num magnifico cone de baunilha amendoado.

Noite TOP

Slide4.JPG

 

 

Reportagem SIC: Viagem ao Japão - a análise

Julho 31, 2015

japaoviagem.jpg

 

Estava bastante curioso de ver a Grande Reportagem Sic, que foi ontem emitida no Jornal da Noite, com o título de Viagem ao Japão.

A reportagem de Ana Peneda Moreira e imagem de Odacir Junior, assentou numa viagem ao Japão e na análise deste país do sol nascente de diversas perspetivas. Tentaram mostrar algo que nunca ninguém ainda tinha mostrado, e tentaram mostrar as divergências e dessincronias que existe naquele país.

Desde a abordagem à vida de uma jovem gueixa de 16 anos, que ainda hoje pinta a sua face de branco, os seus lábios de vermelho, veste os seus quimonos e dança para homens mais velhos, até ao isolamento das povoações do leste do Japão que viram as suas vidas devastadas pelo Tsunami de 2009.

Ainda visitaram o maior mercado de peixe do mundo em Tóquio, onde ainda no ano passado um atum azul foi vendido por 30 mil euros, os balneários públicos que se enchem de homens para o seu banho matinal, as escolas públicas onde não existem funcionários de limpeza e de cantina e esse trabalho é feito pelos próprios alunos.

Depois deram a conhecer a maior obra de engenharia do mundo para escoamento de águas e evitar inundações nas grandes cidades, um exemplo que Lisboa poderia adotar, e a cidade de Fukushima que se mantém fechada tal como uma cidade fantasma devido à radioatividade que permanece no solo após o rebentamento da central nuclear.

Apresentaram-nos dois portugueses que por lá andaram e que lá se estabeleceram, Marta Morais – que hoje vive casada com um monge budista, e José Botelho que tem um restaurante em Osaka de comida portuguesa de seu nome Lisboa.

Uma visão diferente e com grandes temas, no entanto a reportagem quebra pela sua duração. São 35 minutos para abordar muitos temas, o que origina uma abordagem muito superficial e depois uma montagem e edição muito má, a roçar a falta de gosto, de tempo, de vontade.

Se Odacir Júnior captou boas imagens e ainda tem “guardadas” muitas para mostrar, o que eu aconselharia aos diretores de informação da SIC era de dividir em 2 ou 3 reportagens. E se acham que não é para transmitir em horário nobre na tv generalista têm sempre uma tv de noticias para as emitir. O público agradecia uma abordagem mais profissional a um tema que facilmente agrada a maioria dos mortais. Além disso é melhor começar a investir naquilo em que a SIC era realmente boa – reportagens.

Valeu o esforço, mas não valeu na totalidade o resultado final.

Slide3.JPG

 

Reportagem SIC: Viagem ao Japão

Julho 30, 2015

japao.png

 

Hoje à noite estreia na SIC a Grande Reportagem Viagem ao Japão.

Uma peça jornalistica de 35 minutos que vai mostrar o país do sol nascente e as suas diferenças, desde o reboliço das grandes cidades, à calma das suas montanhas.

Uma história de amores e ódios, de Guerra e paz, de Ricos e pedintes, de Gueixas e de Anime Girls.

Eu não vou perder, talvez me inspire e seja a minha grande viagem no próximo ano.

GR sic.jpg

 

Quinta das celebridades volta à antena da TVI

Julho 29, 2015

Os reality shows vão voltar à antena da TVI com a apresentação de Teresa Guilherme.

A endemol já abriu casting na sua página para a Quinta das Celebridades, ao que parece vai juntar anónimos a famosos (ou uma espécie de famosos).

E a minha pergunta fica no ar: O que difere uma quinta com porcos e vacas dos anteriores programas do género?

Percebi, deixa de ser uma casa e passa a ser uma quinta.

Nas margens do Paraíso: Terras de Ferreira do Zêzere

Julho 28, 2015

zezere.jpg

 

Segunda semana, segundo artigo sobre uma das zonas mais bonitas do nosso Portugal. Conhecer Portugal continua no Rotas do Mundo desta vez sobre as Terras de Ferreira do Zêzere - nas margens do Paraíso.

Esta pequena vila com cerca de 2000 habitantes está situada na região centro do nosso país, mais propriamente na sub-região do médio Tejo, distrito de Santarém. Ferreira do Zêzere é um pequeno município com 190 km2 de área e cerca de 8600 habitantes, que está localizado entre Tomar, Sertã, Ourém e Alvaiázere.

Terra de extrema beleza é por muitos conhecida das obras de Alfredo Kheil (autor de A Portuguesa) que por estas bandas se inspirou para a criação de telas e músicas como a ópera serrana. Desta terra são também figuras ilustres o historiador António Baião, que foi diretor da Torre do Tombo, e a grandiosa atriz portuguesa Ivone Silva.

local.jpg

 

A apenas 120km de Lisboa e a 170km do Porto a albufeira mais bonita da Europa está pronta para ser descoberta.

A História de Ferreira do Zêzere é bastante antiga, remonta mesmo ao período pré-histórico, bem visível nas grutas de Avecasta e nas sepulturas antropomórficas da Serra de São Paulo. Junto a este rio, e nestas encostas percorrem diversos povos, desde os romanos - vestígios que podemos apreciar na Serra de São Pedro Castro - até às aos mouros cuja sua permanência é visível em muitas heranças mouriscas.

Por estas bandas percorrem ainda senhores feudais, e ordens religiosas como os templários, tudo isto pode ser visto e estudado nos muitos monumentos, nas torres medievais, nos pelourinhos, nas igrejas, nas ermidas e nas casas e quintas senhoriais que estão erguidas por toda esta terra.

Ferreira do Zêzere não é apenas a vila, é um conjunto de pequenos lugares, aldeias e vilarejos que caracterizam estas paisagens e que faz desta albufeira natural do Zêzere um paraíso. Aconselho vivamente a partirem em busca de algumas.

Dornes é uma pequena vila pitoresca que está sentada à beira rio. O seu nome deriva dos drones que por ali eram transportados em chatas e barcaças (são barris de vinho) e tem também a sua origem na lenda medieval de Nossa Senhora do Pranto, a virgem que ainda hoje e desde há muitos anos acolhe multidões nos seus círios anuais que vêm dos mais variados locais do país.

dornes.jpg

 

Lago Azul, por muitos conhecidos pela sua praia fluvial, oferece aqui também o seu clube náutico para inúmeras práticas desportivas e tem pontos de turismo para todos os gostos – hotéis, restaurantes e cafés. É um pouco turístico e nos meses de Época alta pode ser confuso, mas é uma alternativa.

lagoa zul.jpg

 

Martinela é um pequeno sítio perdido nas serras de Ferreira do Zêzere mas que é visitável nem que seja apenas para apreciar as paisagens e o marco milenar que lá se encontra.

Rio Cimeiro este pequeno lugar é um mundo por descobrir. Aqui onde em tempos antigos se encontrava a ponte do vale da ursa, hoje submersa, é um local mágico. E para os mais aventureiros algo a explorar debaixo das águas do rio.

Pombeira é a aldeia ribeirinha do qual se obtém uma vista luxuriante sobre um grande pedaço deste rio. Aqui detém um parque de merendas bem equipado para quem quer relaxar debaixo das sombras das árvores ou um pequeno porto de embarcações para partir pelo rio adentro.

pombeira.jpg

 

Mas além destes vilarejos e lugares, Ferreira do Zêzere tem um património riquíssimo desde as casas e quintas senhoriais, muitas delas visitáveis, até às inúmeras igrejas e ermidas, templos e grutas. Apresento algumas que na minha opinião são obrigatórias.

Visite São Pedro de Castro, neste local pode apreciar os vestígios de um castro romano além de obter uma fabulosa vista panorâmica sobre a região.

A Gruta de Avecasta situado na vila de Areias é um ótimo local onde poderá apreciar os vestígios do neolítico e idade média. Diz-se que por estas terras viveu um povo da Idade do Bronze. Vá até lá e confirme.

grutas.jpg

 

Torre de Dornes visitável na vila com o mesmo nome é uma Torre pentagonal erigida pela ordem dos templários que data do século XII.

torre dornes.jpg

 

Igreja de Santo Aleixo fica sediada na vila do Beco, foi erigida no século XVI e tem como ex-líbris a capela-mor revista a talha dourada e os painéis de azulejos setecentistas com cenas do velho testamento.

Situada na vila de Ferreira do Zêzere, e com grandioso destaque encontra a Igreja de São Miguel, com a sua fachada maneiristas do século XVI e com um interior riquíssimo com pinturas, talha dourada e telas como A Última Ceia ou a Aclamação da Nossa Senhora.

A Igreja de Nossa Senhora da Graça erigida em Areias no século XVI é um fabuloso templo medieval que foi mandado ampliar pelo rei D. Manuel I e que tem ainda como característica a fachada do arquiteto João Castilho, arquiteto responsável por muitas obras no Convento de Cristo em Tomar.

igreja senhora graca.jpg

 

Mandada erigir pela Rainha Santa Isabel e com o apoio do senhor de Dornes D. Gonçalo Sousa, encontra-se a Igreja de Nossa Senhora do Pranto. Este local é alvo de peregrinação de diversos círios de todo o Portugal que por norma ocorrem desde o domingo da Pascoela (Domingo a seguir à Páscoa) até às Festas do Espírito Santo.

Na pequena aldeia de Águas Belas pode sobre um beiral de uma casa oitocentista apreciar o fabuloso relógio de sol. Um pormenor que passa despercebido aos mais desatentos mas que você não pode deixar fugir.

Além do Património histórico que estas terras oferecem há muito mais para ver e fazer. Se o seu espírito é mais aventureiro então aconselho atividades mais desportistas e radicais. É fácil aceder a elas, existem para todos os preços e caso não tenha espírito e paciência para as organizarem há já diversas empresas que tratam de tudo por si.

ski aquat.jpg

 

Desde um simples passeio de barco a motor onde poderá descer todo o rio e apreciar as diversas paisagens das margens do rio Zêzere, até entrar no Barco de três tábuas (chatas ou abrangel) que eram usados antigamente para pescar e que hoje estão à disposição de qualquer um, as opções são diversas.

Pode por exemplo praticar ski aquático, aqui a expressão voar sobre o rio ganha outro significado, pode munir-se de equipamento de mergulho e partir à descoberta subaquática das antigas aldeias submersas pelas águas aquando a criação da barragem de Castelo de Bode.

canoagem.jpg

 

Pode simplesmente subir o rio através de uma expedição em canoagem ou descontrair nas praias fluviais do Lago Azul ou de Dornes.

Aqui e com uma fauna e flora rica pode também desfrutar do sossego quer através de um belo passeio pedestre (existem inúmeros percursos sinalizados), ou sentar-se junto ao rio e praticar um pouco de pesca – aqui os achigãs saltam do rio para a mesa.

pesca.jpg

 

Se é apreciador de algo mais radical pode ainda subir e descer as serras montado numa bicicleta de BTT (trilhos bem pensados e com paisagens fabulosas) ou arriscar-se na modalidade de geocaching (encontre os vários pontos de referência onde pode deixar o seu testemunho).

btt.jpg

 

Portanto as atividades de lazer que pode fazer são mesmo muitas, além de que pode apenas relaxar a ouvir os passarinhos numa varanda com vista sobre o Zêzere, ou ler um livro com os pés a chapinhar nestas águas cristalinas.

lago azul piscina.jpg

 

Além da história, do património e das atividades lúdicas que as terras do Zêzere oferecem um ex-líbris da região é sem dúvida a sua gastronomia. Aqui pode optar por pratos de carne com extrema qualidade e muito variada, pelo peixe de rio ou pelos doces tradicionais que são divinais. O javali, o leitão, o cabrito e os bifinhos no chapéu são os petiscos para os mais carnívoros, enquanto que o peixe do rio e os lagostins oferecem um requinte para os apreciadores destes sabores.

leitão.jpg

 

Além dos pratos salgados é também de salientar a fabulosa qualidade de queijo, mel, azeite e vinho DOC característicos desta região. Além disto podemos ainda encontrar os doces típicos como as tigeladas, os espera-maridos, ou as estrelas do Zêzere.

tigeladas.jpg

 

E para degustar todas estas iguarias nada melhor do que visitar alguns dos melhores restaurantes da região. Elejo 4 restaurantes com os mais variados pratos e para todas as carteiras.

A Grelha do Zêzere situado na Rua Maria Vasques nº37 em pela vila de Ferreira do Zêzere oferece bom ambiente rodeado pelas suas paredes de pedra, aqui pode degustar um excelente naco de vitela ou os tradicionais bifinhos no chapéu – além de um prato é toda uma experiência.

bifinhos chapeu.png

 

casa leitoes.jpg

 

A Casa dos Leitões – pois não é só na Bairrada ou nos negrais que o leitão tem outro encanto, aqui na vila de Águas Belas pode apreciar desde o belo leitão assado no forno ou provar um dos muitos pratos caseiros. Quer o gerente do restaurante quer dos empregados vai obter a maior simpatia, e com sorte até pode pedir uma prova com vários pratos tradicionais.

Situado na Estalagem do Lago Azul, encontra-se um dos melhores restaurantes da região, um pouco mais caro que os anteriores, detém extremo requinte, bom gosto, elegância e um serviço de atendimento fantástico. Os pratos tradicionais ganham destaque tal como a vista que tem das grandes vidraças do Restaurante da Estalagem do Lago Azul.

restaurante estalagem.jpg

 

A Pastelaria Pérola do Zêzere, situada na rua do casal do além na vila de Ferreira do Zêzere é um pequeno café e snack-bar que serve pratos do dia, comida ligeira mas de boa qualidade. É barato e acessível a todas as bolsas. O Arroz de Pato dourado é o prato de destaque que pode acompanhar com uma cerveja artesanal. Aqui é um ótimo local para provar as fabulosas tigeladas ferreirenses ou as estrelas do Zêzere. Pode ainda levar para casa alguns doces e compotas caseiras.

Está comprovado que a gastronomia é um dos pontos fortes desta região, aliás além do turismo são exatamente atividades como a apicultura, a vinha, a agropecuária e a agricultura que são as principais atividades económicas de Ferreira do Zêzere.

Depois de tantas atividades e passeios é hora de relaxar e nada melhor que optar por um dos hotéis e espaços de turismo que esta zona oferece.

apartametno.jpg

 

Os apartamentos do Lago é considerado um empreendimento de 4 estrelas com preços por noite me época alta de cerca de 120 euros. Os apartamentos detêm cozinha equipada caso queira confecionar as suas próprias refeições, detém rede wi-fi, piscina e ginásio. Mas pode simplesmente deliciar-se com a paisagem que estas varandas oferecem.

estalagem.jpg

 

A Estalagem do Lago Azul, além do fabuloso restaurante detém quartos luminosos com excelente vista rio, um ótimo solário com espreguiçadeiras e uma piscina exterior. Uma boa opção para pernoitar com preços a partir dos 60euros a noite.

Outra alternativa é o Hotel da Nossa Senhora do Pranto, situado no vale serrão em Dornes, com praia privada e a 100 mt de Castelo de Bode. Uma opção acessível por 50 euros a noite.

casa ladeira.jpg

 

Para finalizar encontramos a Casa da Ladeira, na Rua da Cabecinha em Matagosinho, onde pode optar por suites ou apartamentos de turismo rural, com ambiente rústico mas cheio de charme. Uma fantástica opção para os meses quentes devido à sua localização na barragem e piscina exterior ou nos meses mais frios onde se pode sentar à lareira e apreciar estas belas paisagens. Preços desde 55 euros a noite na suíte ou 75 euros em apartamento.

Ferreira do Zêzere tem assim muito para oferecer e muito para ser descoberto. É um local fabuloso em qualquer altura do ano desde os meses mais frios, aos meses de Verão. Se vier em Maio pode ainda apreciar a Anual Feira da Cereja, ou se for um bom apreciador de vinho pode vir em Dezembro para o Rally das Adegas.

lagostins.jpg

 

Existe ainda o Festival do Lagostim do Rio, onde os apreciadores podem degustar esta iguaria ou divertir-se nas Festas em honras de Nossa Senhora do Pranto.

Para quem se quiser aventurar para fora deste idilico local pode rapidamente aceder a Tomar, à Sertã e a Fátima, tão perto e com tanta oferta cultural.

tomar.jpg

 

Ferreira do Zêzere, não é uma simples vila, não é uma simples região, é um conjunto de vilas, lugares e paisagens que tornam as margens do Zêzere num Paraíso.

zezere (2).jpg

 

Lê os restantes artigos de Conhecer Portugal. 

 

Pode consultar mais informações em:

www.terra-oculta.com

www.kaventura.com

www.cm-ferreiradozezere.pt

www.ferreiradozezere.net

www.booking.com

www.tripadvisor.com

As fotografias utilizadas neste artigo não têm qualquer uso com fim comercial, a sua maioria foram retiradas de arquivos dos sites disponibilizados acima, e tem como único objetivo promover a região de Ferreira do Zêzere.

Sempre que há destaque no Sapo Blogs - Obrigado

Julho 27, 2015

Durante o dia de ontem o meu artigo sobre Vila Nova de Mil fontes foi alvo de destaque no Sapo blogs, o que até tem acontecido com alguma regularidade ao meu blog.

A consequência disso foram durante o dia de ontem as quases 3.000 visitas a este meu 1º artigo de Conhecer Portugal, ou seja, um artigo semanal que me comprometi a escrever sobre uma vila, ou zona do nosso Portugal.

É com este incentivo que a cada dia que passa me dá vontade de continuar a apostar no meu pequeno blog, e de escrever com mais gosto para todos vós.

Agradeço a todos os que me visitam com regularidade, e agradeço ao Sapo Blogs o apoio e incentivo.

Prometo continuar com afinco e dedicação.

Para isso basta seguirem-me aqui mesmo... é só selecionar seguir perfil. :)

E agora todos podem seguir o blog também no Facebook. Já fizeste o teu gosto? https://m.facebook.com/mundorotas

Espero por todos vós.

Maratona de Guerra dos Tronos

Julho 27, 2015

logo.jpg

 

Este fim de semana como habitualmente larguei a capital e fui até colares passar os dias na casa dos meus pais. Fui para a minha casa de Campo.

Está mesmo a necessitar de isolamento de pessoas e foi isso que procurei, poderia ter ido até à Praia “deserta” mas o tempo esteve sempre chove não chove, vai que não tem, o nevoeiro típico instalado sobre a nossa serra e por isso nada melhor que ficar em casa a ver televisão.

E comecei a ver as primeiras temporadas da Guerra do Tronos, as primeiras duas séries já estão vistas, agora faltam muitas ainda para acompanhar o desenrolar destas personagens misteriosas, mágicas e heroicas.

shaleesa and baby dragons.jpg

 

E depois de tantos textos que não li escrito por aqui sobre esta série, apenas posso dizer que por enquanto estou a gostar muito.

Não é nada do que eu pensava, mas só irei opinar sobre a mesma quando terminar de ver as temporadas todas já emitidas.

jon snow.jpg

 

Por agora posso dizer que a história está muito bem criada e produzida pela HBO, pelo menos o argumento de TV, pois não li a obra completa.

Enquanto isso vamos lá animar porque o Inverno já não deve tardar...

half man.jpg

 

Manjar Nepalês

Julho 24, 2015

manjar.jpg

 

Como tem sido habitual nestes últimos tempos tenho cumprido um ritual semanal, obriguei-me a mim mesmo que todas as semanas teria de ter uma noite cultural e uma noite gastronómica (isto para quebrar até a dieta que tenho andado a fazer e aliviar os desejos e apetites gulosos que contrario).

Ontem foi noite então de ir provar pela primeira vez comida nepalesa. Sou super fã de comida indiana e das suas variantes mais ou menos picantes, dos seus sabores a açafrão, caril e cominhos. Aliás, posso mesmo dizer que como cozinheiro este é o género de comida em que brilho. Então e como já tinha saudades de uns sabores indianos, após a minha viagem às Maurícias, fui até ao Restaurante Nepalês - Real Nepal – na Av. República em Lisboa.

chana massala.jpg

 

O Restaurante é bastante simples, sem excessos de decoração alusiva ao seu país, apesar de pontualmente se ver uma paisagem do Nepal quer na parede quer no balcão de acesso à cozinha, o empregado que me serviu, de nacionalidade nepalesa após conversa, era de extrema simpatia e disponibilidade o que ajuda logo a nos sentirmos bem-vindos aquele local.

Decidi mesmo optar por degustar um pouco de tudo, de forma a conhecer aquilo que nunca tinha provado, e também algumas coisas que adoro. No fim de contas foi um verdadeiro manjar nepalês.

Como entradas pedi as tradicionais chamuças vegetarianas e de galinha, um pouco oleosas mas de um sabor tremendo, depois paneer Pakora – panner é uma espécie de coalho de queijo fresco do qual fiquei fã nas Maurícias, mas aqui panado e frito, não amei mas gostei, o Pão Naan também estava presente bem como Onion Bahji, um pastel de cebola que é um verdadeiro pitéu.

onion bahji.jpg

 

Como pratos principais pedimos Pakora de Galinha – muito bem confecionado, Caril de Camarão – que na minha opinião precisava de estar mais carregado de chili e especiarias, e Chana Masala – um prato de grão que me deixou viciado.

caril camarao.jpg

 

Para finalizar não optei pelas sobremesas pois estávamos já bem deliciados, mas a simpática equipa nepalesa ofereceu-nos um pequeno shot de sumo de manga –como adoro a fruta mas odeio sumos de manga para mim foi dispensável.

mango drinks.jpg

 

No final a conta chegou e até nem foi nada de surpreendente, com vinho incluído ficou em cerca de 22€ por pessoa.

A quem gosta de Comida Indiana e Nepalesa é sem dúvida uma boa opção.

Slide4.JPG

 

Cristina Ferreira de Saloia da Malveira a Rainha Midas em Portugal

Julho 22, 2015

rev.jpg

 

Cristina Ferreira a conhecida apresentadora de televisão, estrela da TVI, parece o novo Rei Midas em Portugal.

Porquê este fenómeno? Não consigo perceber, talvez pela sua simpatia, pela simplicidade que quer transmitir, mas a verdade é que tudo onde toca, tal como o Rei Midas transforma-se me ouro.

Na apresentação dos programas da manhã continua líder de audiências em conjunto com o seu amigo Goucha, quando detém o Prime Time de Domingo seja acompanhada ou sozinha ganha à concorrência, torna-se embaixadora mundial de uma empresa de cosméticos e o seu perfume Meu esgota sem explicação.

perf.jpg

 

Depois o seu blog Daily Cristina é um dos mais visualizados e lidos neste mundo virtual português, a sua revista assim que chegou às bancas esgotou e todas as edições têm imensas tiragens, e agora um simples vestido da Veste Costure que vestiu na última festa da TVI, e que tanto foi criticado, volta a esgotar.

cris.jpg

 

Fico espantado com tal feito, não por não achar que a Cristina não mereça, ou pela típica inveja portuguesa, pelo contrário fico feliz que alguém português se torne verdadeiramente uma estrela. E em Portugal há tão poucas hit Women verdadeiras e estrelas a brilhar.

Realmente tal como Rei Midas onde a nossa Cristina toca vira ouro.

Sendo saloio de colares dico feliz pela saloia da Malveira.

Cristina, fala lá do meu blog que com certeza vai ter bastantes visualizações. J

Grandes Concertos de Verão Gratuitos no Casino Estoril

Julho 21, 2015

aurea.jpg

 

É já na próxima quinta-feira, dia 23 de Julho, que começam os grandes concertos de Verão do Casino do Estoril.

Este concertos vão decorrer até meados do mês de Setembro, todas as quintas-feira, no Lounge D do Casino e têm a particularidade de terem entrada gratuita. Assim, vamos poder assistir a grandes concertos de música portuguesa sem libertar um cêntimo do nosso orçamento.

Aurea, a grande cantora de pop/ jazz português vai ser a primeira a inaugurar o palco do Lounge do Casino, mas seguir-se-ão grandes nomes como GNR, João Pedro Pais, Os Azeitona, Deolinda, Carminho e Expensive Soul.

Há neste momento bons motivos para visitar o Casino de Estoril.

A CP disponibilizou também preços especiais de bilhetes de comboio com o preço de 2 euros para quem quiser rumar até ao Estoril nestas datas.

Verão musical na Linha do estoril está garantido.

concertoscasino.jpg

 

Pág. 1/4

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D