Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

Auto-de-fé é a minha próxima leitura

Novembro 10, 2015

auto de fe.jpg

 

O único drama do Nobel da literatura Elias Canetti é a minha próxima leitura, um livro proibido pelo regime nazi advinha-se fabuloso.

Auto de fé narra a história do professor Peter Kien, erudito especializado em sinologia, proprietário da maior biblioteca privada da cidade. É no seu apartamento, rodeado de livros, que Kien se refugia, evitando todo e qualquer contacto físico e social. Misantropo, solitário, excêntrico, Kien é um ser “composto de livros”, interpretando o mundo através da sua vasta biblioteca, que transporta zelosamente consigo, armazenada no interior da sua cabeça.

O ponto de viragem da sua vida é o casamento com Teresa, a sua ignorante e ávida governanta. Expulso da sua própria casa, Kien vê-se obrigado a percorrer o mundo exterior, travando conhecimento com inúmeras das suas personagens, que o acompanharão neste seu longo exílio. Figuras sombrias, medíocres, grotescas e memoráveis como o anão Fischerte a prostituta, ou o porteiro Plaff. Pela mão destes, Kien descerá pouco a pouco ao inferno, apressando o passo para um final sublime e trágico: um verdadeiro auto-de-fé.

Eu vou... Queen & Adam Lambert no Rock in Rio

Novembro 10, 2015

Já se conhece um nome para a abertura do Rock in Rio Lisboa de 2016, no dia 30 de Maio, e é nada mais nada menos que os Queen acompanhados pela estrondosa voz de Adam Lambert.

Sou fã de Queen, adoro todas as músicas das mais rockeiras às baladas. é verdade que Adam não é o Freddie mas cantam que se desunha.

Este encontro brilhou nos palcos do Rock in rio este ano no Brasil e a Roberta Medina conseguiu trazê-los a Portugal.

Por aquilo que vi vai ser brutal e por isso Rock in Rio ... Eu Vou.

O futuro de Portugal pode ser canhoto

Novembro 09, 2015

A Estabilidade política que se avizinha pode significar uma nova e futura instabilidade.

O que será que vai acontecer amanhã? Ao que parece o Partido Socialista conseguiu chegar a acordo com o PCP, os Verdes e o bloco de Esquerda e amanhã irão alinhar numa moção de censura ao programa de governo do PAF. A consequência prevista é a queda do governo.

E Depois?

Depois vamos ver se Cavaco Silva indigita António Costa como primeiro-ministro, ou se deixa um governo de gestão até novas eleições legislativas, que a acontecer será lá para o mês de Junho.

Não votei obviamente na política de esquerda, e acredito que a maioria dos votos de esquerda não entraram nas urnas para esta política que agora se desenha, mas depois da evolução do último mês confesso que gostaria de ver a esquerda no poder.

Vamos ver se as políticas que dizem melhorar e acabar com a austeridade, que todos nós sofremos, terá solução positiva.

Aguardamos por evoluções, até lá esperamos que os mercados não se amedrontem e que os juros da dívida portuguesa não subam.

Dizem que o futuro a Deus pertence mas agora pertence ao Cavaco...

Exodus: Gods and Kings

Novembro 09, 2015

exoduscartaz.jpg

 

A história é antiga, e já foi contada de mil e uma maneiras, desde os primórdios do milénio. Ora com mais ficção, ora assente na fé de algumas religiões. O Êxodo – retrata uma história do Antigo Testamento, a fuga/ libertação do povo escravo hebreu das malhas dos faraós egípcios.

Em 2014, o realizador Ridley Scot (o mesmo do sucesso de bilheteira Gladiador) deu uma nova versão à história de Noé, focando no terror que os hebreus passavam no antigo Egito às mãos brutas e impiedosas dos seus faraós e deuses.

Moisés, interpretado por Christian Bale, é um homem. Esta podia ser a única descrição do personagem que todos nós já vimos inúmeras vezes, ou seja, é um homem verdadeiro com dúvidas, interrogações, força, coragem, um homem que foi escolhido mas que também se elegeu. Um homem que abdicou de ser um príncipe do Egito para se tornar um rei hebraico.

A narrativa é constante, recheada de momentos que chocam, principalmente a excelente abordagem das pragas do Egito. Uma excelente cadeia de consequências deixando um pouco de lado a atitude “milagreia” de Moisés.

Ora para quem não conhece a história, se é que existe alguém, aqui vai: Nos tempos do reinado de Ramsés, este de forma a controlar o crescimento da população escrava hebraica decide matar todos os filhos do povo sem terra, Moisés é largado numa cesta do rio e resgatado pela irmã do Faraó. Desde criança é criado como um príncipe do Egito, como um general desse enorme exército. Um homem que mata, que explora os escravos. Ao debater-se com a realidade foge do seu império e refugia-se junto de berberes casando com Séfora (no filme sucumbida para fora da ação).

É então na montanha sagrada que Deus, o Deus hebraico, o desafia a voltar ao Egito e a salvar o seu povo, que sofre mais que nunca nas mãos do seu falso irmão Ramsés II.

Moisés, cumpre a vontade superior e a sua própria vontade, mas o seu irmão não permite a liberdade do povo escravo. Então a única solução é fazer com que os próprios egípcios se vejam na necessidade de “soltar” os escravos e aí começa a sequência de pragas que terminam com a morte dos filhos primogénitos de todos os egípcios incluindo do faraó.

Dá-se a liberdade do povo hebreu, mas Ramsés II (interpretado por Joel Edgerton) arrepende-se e decide partir atrás dos fugitivos com uma única missão: não deixar nenhum hebreu vivo. Encurrala-os na margem do mar vermelho, mas aí o milagre mais conhecido de Moisés que separa as águas e deixa passar os hebreus salva-os das “garras” faraónicas.

Uma abordagem diferente mas acredito mais próxima de uma possível realidade.

A fotografia e a cenografia são excelentes, mantendo boa dinâmica narrativa que permite uma proximidade com o espetador.

No elenco brilham ainda nomes como Sigourney Weaver (mãe de Ramsés II) e Aaron Paul como Joshua.

Não é o melhor filme de Scot, mas reúne qualidade para os fãs do género.

Slide6.JPG

 

Desculpem-me a Ausência

Novembro 06, 2015

É verdade, já há alguns dias que não consigo vir até ao meu Rotas do Mundo, mas tenho andado atarefadíssimo.

Teatro já há tempos que não vejo, cinema a mesma coisa, livros tenho 3 para começar e nada, desporto já parei há meses.

Enfim a minha vida tem girado em torno den3 coisas Trabalho, sopas e pouco descanso.

Mas está prometido a partir da próxima segunda-feira voltarei em força.

Até lá e com algumas novidades...

Pág. 2/2

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D