Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

Sal Poente: um pecado de sabores

Fevereiro 20, 2018

Um restaurante em Aveiro que é um verdadeiro sonho para todos os amantes de boa gastronomia.

sal fachada.jpg

Ocupando dois antigos armazéns de sal no Cais de São Roque em Aveiro, considerados património histórico da cidade, este restaurante detém um ambiente elegante e calmo o que se torna ótimo para jantares familiares, de amigos ou de negócios. Aqui a qualidade alia-se à inovação, ao design e à arquitetura.

 

A sua ementa é vasta mas detém dois trunfos importantes: a recriação da cozinha tradicional portuguesa confecionada com rigor e qualidade mas com um twist fabuloso, e o bacalhau: produto estrela do restaurante e da cidade, talvez por isso ambicionam ser o melhor restaurante de bacalhau em Portugal.

espaco_salpoente_015.jpg

 A cozinha está entregue ao chef Duarte Eira, natural de Vila Real e que figura no Top 5 dos “chefe cozinheiro de 2017”, vencedor do concurso de 2011 “A revolta do Bacalhau”. Duarte tem uma premissa que é “inovar, inovar, inovar”, talvez por isso os pratos que saem da sua cozinha são modernos, joviais, aliando a tradição e o sabor às tendências contemporâneas.

 

O cliente pode optar pelo menu de degustação do chefe ou pelo menu de bacalhau (preços variam entre 50€ e 60€ pax sem vinhos) ou apenas optar por escolher os seus pratos da carta variada e rica.

alheira.jpg

A nossa experiência gastronómica iniciou-se da melhor maneira com um amuse bouche do chef: alheira com lima e trufa regada de champanhe.

 

Como entrada optámos pela “Vieira e o Caviar” onde uma vieira corada se derrete em abóbora manteiga, Caviar e Queijo da Serra e pelo “Taco de tártaro de novilho marinhoa”.

vieira.jpg

tartaro.jpg

Á nossa mesa chegou posteriormente “A Garoupa e o Choco” onde uma tranche de garoupa se mesclava com choco frito, puré de batata com tinta de choco e pontuado com ervilhas com chouriço glaceadas, e “A caça e a Perdiz” uma junção mágica de peito de perdiz corado com crocante de perdiz, batata doce e legumes.

perdiz.jpg

garoupa.jpg

Para finalizar “o Limão” e “o Caramelo, o café e a fava Tonka” adoçaram o nosso palato. O primeiro como o próprio nome indica é uma representação do limão em diversas formas e texturas, enquanto o segundo é um leite-creme de fava tonka, café em crumble e creme, redução de baileis e gelado de caramelo salgado.

limao.jpgcafe.jpg

Esta experiência foi fabulosa, os preços não são os mais baratos mas sem dúvida aconselhável a todos os mortais. Serviço mesa e cozinha 5 estrelas. Um dos melhores restaurantes onde já marquei presença.

 

Degustar aqui no Sal Poente torna-se pecado...

 

What about us?

Fevereiro 19, 2018

 

We are searchlights, we can see in the dark
We are rockets, pointed up at the stars
We are billions of beautiful hearts
And you sold us down the river too far

What about us?
What about all the times you said you had the answers?
What about us?
What about all the broken happy ever afters?
What about us?
What about all the plans that ended in disaster?
What about love? What about trust?
What about us?

We are problems that want to be solved
We are children that need to be loved
We were willing, we came when you called
But many fooled us, enough is enough

What about us?
What about all the times you said you had the answers?
What about us?
What about all the broken happy ever afters?
What about us?
What about all the plans that ended in disaster?
What about love? What about trust?
What about us?

What about us?
What about all the plans that ended in disaster?
What about love? What about trust?
What about us?

Sticks and stones they may break these bones
But then I'll be ready, are you ready?
It's the start of us, waking up, come on
Are you ready? I'll be ready
I don't want control, I want to let go
Are you ready? I'll be ready
Cause now it's time to let them know
We are ready

What about...
What about us?
What about all the times you said you had the answers?
So what about us?
What about all the broken happy ever afters?
What about us?
What about all the plans that ended in disaster?
What about love? What about trust?
What about us?

Festival da Canção: a primeira semi-final

Fevereiro 19, 2018

fc2018-470x291.jpg

Ontem ocorreu a primeira semi-final do Festival da Canção na RTP.

Pois bem, há anos que sigo o festival da canção e a Eurovisão, independente se as musicas são mais comerciais, mais melódicas ou se na maioria não valem nada.

O ano passado a RTP tentou inovar convidando compositores e letristas não habituais deste certame, e parece que a fórmula deu resultado pois levámos pela primeira vez Portugal a vencer a Eurovosão com a música "Amar pelos Dois" da Luísa sobral e interpretada pelo seu irmão Salvador.

Num jeito "jazzista" a música além de ser diferente tinha uma melodia fantástica e a interpretação em português passou fronteiras.

Este ano ao que parece a RTP quer a mesma fórmula, volta a convidar diferentes tipos de compositores e esperam um milagre.

Aquilo quer condeno nesta primeira semi-final não será a RTP (apesar da dupla de apresentadores e o cenário sair dos anos 90) mas sim os muitos compositores que querem copiar a Luisa mas sem nada de mágico. Depois surgem ainda velhas carcaças que muito contribuiram para a musica portuguesa mas que também têm de perceber quando é a hora de parar e ceder o seu lugar aos mais novos.

Felizmente passou para a final 2 dos meus preferidos: Peu Madureira no "Só por ela" - um fado diferente e inspirador e Catarina Miranda e "Para Sorrir Eu não preciso de nada" qual bjork portuguesa.

 

 

 

Agora resta esperar o que aí vem na 2ª semi final e que os portugueses em conjunto com o juri RTP saibam escolher uma canção que nos honre.

A caminho da Eurovisão.

Pág. 2/2

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D