Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

O País dividido e multicultural da Bósnia e Herzegovina

Setembro 09, 2016

bosnia.jpg

 Bósnia e Herzegovina é um país nos Balcãs, com data de independência em 1992, após ter pertencido à Jugoslávia, situado no leste Europeu, fazendo fronteira com Croácia, Sérvia, Montenegro e banhada numa pequena parte pelo maravilhoso Mar Adriático. O país está dividido em 2 partes completamente autónomas a republica Srpska (Sérvia) e a Federação da Bósnia e Herzegovina, esta ultima divide-se pela Bósnia na parte setentrional com a sua região de montanhas e florestas, e a Herzegovina, na parte meridional com montanhas e agricultura.

Neste país pode encontrar paisagens das mais variadas, sendo que as montanhas de elevada dimensão, os lagos e as cascatas serão as mais impressionantes. Assim pode subir à montanha mais alta denominada de Monte Maglic com 2386 metros, nadar no rio Una, observar as cascatas de Kravice, saborear as muitas florestas e parques naturais.

O clima é variado na zona costeira um clima mediterrâneo com temperaturas amenas e nas montanhas um clima continental (que chega a atingir temperaturas gélidas). Um país de elevada precipitação.

Apenas com pouco mais de 3.8 milhõesde habitantes, e um território considerável (51197km2) detém apenas cerca de 76 habitantes por Km2.

Apenas 44% da população considera-se bósnia, sendo que a maioria são expatriados da Sérvia (31%) e da croácia (17%). A religião está representada na proporção dos países de origem assim temos de considerar que 90% dos bósnios são Islâmicos, 88% dos croatas são católicos e 99% dos sérvios são ortodoxos. Complexidade racial e religiosa o que em tempos causaram tantas guerras.

Tendo como capital Sarajevo, Mostar é a capital da zona Herzegovina. A sua economia baseia-se na agricultura, tal como no passado, o que continua a ser considerado um dos países mais pobres da Europa. Detém como moeda oficial o Marco Conversivel que equivale a perto de metade do euro (cambio 1E = 1,945 BAM).

A gastronomia montenegrina está bastante influenciada pela principal economia do país, ou seja a agricultura e a pecuária, assim os alimentos produzidos quer cereais, legumes ou frutas, bem como o gado torna-se na principal fonte de inspiração dos pratos tradicionais. Além obviamente da influência árabe presente na religião e na gastronomia.

Como pratos típicos temos então o Cévapi, uma espécie de “pita” feita num pão sírio grosso (somun) recheado de pequenas linguiças de carne de vaca e cordeiro; Kajmak um queijo coalhado; Ayran – bebida rala de iogurte; Pastéis de Carne – uma espécie de crepes recheados com carne de cordeiro; Pasulj – uma sopa com a tradicional linguiça, depois pode ainda encontrar espetadas de carne.

As Rotas do Mundo passarão por Kravice, Mostar, Zanick e Sarajevo

Rotas do Mundo

Aqui me encontro

O país das Montanhas Negras

Setembro 05, 2016

montenegro.jpg

 Montenegro é um pequeno país montanhoso com data de independência em 2006, após ter pertencido à Jugoslávia, situado no leste Europeu, fazendo fronteira com Croácia, Albânia, Kosovo, Bósnia Herzegovina e banhada pelo maravilhoso Mar Adriático.

Neste país pode encontrar paisagens das mais variadas, sendo que as montanhas de elevada dimensão, os lagos e as cascatas e a planície junto ao adriático serão as mais impressionantes. Assim pode subir à montanha mais alta denominada de Zla Kolata com 2534 metros, percorrer a maior praia de nome Velika Plaza (13km), nadar no lago Skadar, observar as cascatas do rio Tara (1300 metros), saborear as muitas florestas e parques naturais.

É de salientar que o Montenegro é o único país que detém fiordes no sul da Europa (Mediterrâneo).

O clima é variado na zona costeira um clima mediterrâneo com temperaturas amenas e nas montanhas um clima continental (que chega a atingir temperaturas gélidas). Um país de elevada precipitação.

Apenas com pouco mais de 700 mil habitantes, e um território considerável (13810km2) detém apenas cerca de 50 habitantes por Km2.

Apenas 43% da população considera-se montenegrina, sendo que a maioria são expatriados da Sérvia (32%) sendo maioritariamente cristã (sendo 75% ortodoxos) adotando como língua oficial o montenegrino, apesar de 50% da população só falar o sérvio.

A tentar entrar na União europeia desde a sua independência, continua a ter um aumento ligeiro na economia muito sustentada pelo turismo. Apesar de não pertencer à UE detém como moeda oficial o Euro.

A gastronomia montenegrina está bastante influenciada pela cozinha italiana e pela cozinha turca devido aos motivos históricos. Na zona costeira proliferam os pratos típicos mediterrâneos com muito peixe e frutos do mar, a norte devido ao frio e à proximidade com a Sérvia os guisados e a sopas “consistentes” serão os pratos habituais.

Como pratos típicos temos então a Kacamak: uma espécie de gnocci, Japraci: vaca e arroz, Brav u Mlijeku: Cordeiro cozinhado com leite, Popeci: bife de vitela com queijo e presunto, Cufte: almôndegas. As sobremesas ganham expressão com influências turcas e gregas com o Baklava, os pasteis de mel e nozes, e os Krempita: pasteis de baunilha.

As Rotas do Mundo passarão por Perast, Baía de Kotor, Podvgorica e Budva

Rotas do Mundo

Aqui me encontro

#BalkanAdventure

 

Curiosidades da Eslovénia

Setembro 01, 2016

bandeira eslovenia.jpg

Eslovénia é um país recente, datado de 1991, após ter pertencido à Jugoslávia, situado no leste Europeu, fazendo fronteira com Itália, Áustria, Croácia, Hungria e banhada pelo maravilhoso Mar Adriático.

Neste país pode encontrar paisagens das mais variadas, sendo que cada uma também varia muito ao longo das estações do ano. O país encontra-se separado em 4 grandes zonas: os Alpes, a Dinárica a Panónia e o Mediterrâneo. Assim pode subir à montanha mais alta denominada de Monte Troglav com 2864 metros, percorrer as vastas planícies e vinhas, as muitas florestas e parques naturais sendo que a Eslovénia é o terceiro país mais verde da Europa.

Este é também o país da Europa onde existe maior número de ursos selvagens, não se admire de os ver no seu caminho.

O clima é variado e com alguma amplitude térmica, variando dos -2ºC aos 21ºC.

Apenas com pouco mais de 2 milhões de habitantes, e um território considerável detém apenas cerca de 99 habitantes por Km2, sendo que 50% da população vive nas grandes cidades cidade como a capital Liubliana.

A maioria da população considera-se eslovena (85%), é maioritariamente cristã (existem cerca de 3000 igrejas) adotando como língua oficial o esloveno (uma das línguas eslavas).

Desde 2004 que pertence à União europeia tendo adotado o euro como moeda oficial. Nos últimos anos tem crescido socioeconomicamente estando no top 30 dos países com melhor índice de desenvolvimento humano.

A gastronomia é muito variedade composta por sopas “fartas”, pratos de carne (porco principalmente) ou peixe(rio e mar) e sobremesas originais. Os produtos mais utilizados são couve, feijão, batata, peixe, carne, uvas, azeitonas e trigo. Destacamos como pratos típicos Jota or bograc, Dirija zlikrofi –uma espécie de raviólis que podem ter diversos recheios, Potica e Prekmurska Gibanika – bolos famosos e originais.

As Rotas do Mundo passarão por Liubliana, Bled, Novo Mesto, Triglavski, Postojna, Vrhnika, Pivka e Illirska Bistrica.

Em breve as histórias, estórias e roteiros... segue tudo...

Rotas do Mundo

Aqui me encontro

#BalkanAdventure

Jugoslávia: A Próxima Paragem

Agosto 31, 2016

Os dias vão passando e começou o countdown para as Rotas do Mundo partirem em descoberta de um novo destino, desta vez elegendo alguns dos Países pertencentes à Antiga Jugoslávia.

Os mais antigos sabem bem do que falo, mas os mais novos perguntam onde fica esse país?

Esse país, que neste momento já não é um país fica no sul da Europa, mais propriamente ente a Itália e a Grécia. Um território que sempre viveu com fortes tensões políticas e guerras civis, que pertenceu ao império austro-húngaro e que após a primeira guerra mundial nasce como país.

A sua criação originou na anexação de vários territórios compostos por “tribos” culturais diferentes, o que desde cedo originou divergências extremas. Um período, com pouco mais de 20 anos de história de lutas ideológicas e algumas revoluções à mistura, que terminou com a chegada da Invasão de Hitler.

Após a 2ª Guerra Mundial, e a vitória dos aliados a força socialista/ comunista manteve este território na sua esfera política. Era mais uma Republica socialista Soviética.

A instabilidade continua desde 1945 até 1989 com a queda do regime comunista. A partir daí começam a surgir eleições livres nas respetivas republicas.

Slide1.JPG

Em 1990, surgem os primeiros países independentes desta multiculturalidade: Croácia e Eslovénia. Em 1991, tornam-se independentes a Macedónia e a Bósnia.

Tudo parecia estar a correr bem, mas a perda de territórios a incorreta divisão de fronteiras, faz com que guerras civis se estendam até 1999, já bem perto da atualidade, com guerras onde até existiram presença de militares portugueses, como é o caso do Kosovo.

Apenas em 2006, o Montenegro e o Kosovo tornam-se independentes da Sérvia.

Agora são 7 países com boas relações diplomáticas, alguns pertencentes à União europeia, alguns adotaram o Euro como moeda oficial, sendo eles: Bósnia e Herzegovina, Croácia, Kosovo, Macedónia, Montenegro, Sérvia e Eslovénia.

As Rotas do mundo passarão por 5 destes países: Eslovénia, Croácia, Montenegro, Bósnia e Sérvia (excluímos Kosovo e Macedónia, que ficarão para uma próxima etapa dos Balcãs).

Serão muitos quilómetros, serão muitas fronteiras, serão vários tipos de moeda, serão muitas línguas, serão diversas paisagens: Serras, montanhas, planícies, lagos, cascatas, praias, cidades, ilhas, mares, rios, frio, calor, mundos turísticos e paraísos selvagens.

As rotas do Mundo prometem fotos, vídeos e um acompanhamento o mais diário possível do roteiro.

Slide1.JPG

 Rotas do Mundo

Aqui me encontro

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D