Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

Está na ordem do dia...

Novembro 25, 2015

Hoje as noticias que mais deambulam pelas redes sociais e imprensa no nosso pequeno país são obviamente sobre a constituição possivel do novo governo.

Ao fim de muitos dias das eleições legislativas temos desde ontem um primeiro ministro que ao que parece terá um programa de governo aprovado.

Mesmo antes do anúncio de Cavaco silva, António costa já divulgou os nomes que vão constituir este novo governo. Vamos ver como corre.

Só lamento duas coisas, a repetição de alguns nomes de anteriores governos socilaistas que na minha opinião não foram dos melhores e a fraca presença feminina no governo (apenas 4 ministras).

Depois as noticias de cusquice e mundo cor-de-rosa que andam por aí assentam no reality da quinta da TVI, com os problemas de Romana em ser fingidamente casada e em ter uma atracção pelo Santiago, e a história de Sofia Ribeiro que descobriu ter cancro da mama.

Ao reality apenas acho que a TVI devia cancelar o formato, pois é um programa sem qualquer interesse (está provado pelas audiências) e quanto ao segundo tema apenas quero parabenizar a Sofia pela coragem em assumir desde já publicamente a doença, não teremos pena dela apenas desejamos a maior sorte em todo o processo que se avizinha.

E é isto...

Cavaco tens tomates?

Novembro 11, 2015

Slide1.JPG

 E agora chegamos a mais um impasse que contribui apenas para uma única certeza – instabilidade política ao mais alto nível.

Nas eleições de 04 de Outubro o PSP/ CDS ou será melhor chamá-los de PAF venceram as eleições legislativas portuguesas mas sem maioria. O PS de António costa teve uma derrota significativa no entanto inteligentemente e ambicionando poder, aliás ou era agora ou a sua carreira política terminava, decidiu não se demitir de secretário geral do partido e começar um sem número de negociações com os partidos da esquerda.

Ontem, dia 10 de Novembro, os partidos de esquerda com assento parlamentar (exceto o PAN continuando os maiores partidos a discriminar a força animal) celebraram os acordos que permitem ao PS assumir a liderança do parlamento, toda esta situação está a causar muita indignação mas está prevista na constituição da República Portuguesa portanto temos pena.

Com esse acordo celebrado entre os 4 de esquerda aparentemente o PS tem o apoio dos outros partidos para aprovarem orçamentos, mas nada disso vem refletido nos acordos, aquilo que se lê é o assumir de ideias divergentes e convergentes entre PS e cada partido. Pois o acordo nem conseguiu unir os 4 à mesa. No entanto, mesmo assim foi aprovada uma moção de rejeição do programa do governo PAF e o mesmo caiu.

Hoje dia 11 de Novembro começa o dilema e a incerteza sobre o futuro do nosso país.

Existem neste momento 2 únicas soluções:

- O presidente da república Cavaco Silva indigita António Costa como primeiro-ministro dando-lhe liberdade de criar um governo à sua imagem e apresentar um programa de governo verosímil que será aprovado por uma maioria parlamentar

- Ou não acredita no futuro deste novo governo minoritário do PS que diz ter o apoio incondicional dos partidos de esquerda (quando sabemos que isso não é totalmente verdade) e mantém Portugal com um governo de gestão até novas eleições legislativas

Se bem que não acredito na exequibilidade do programa do PS, penso que será pior 6 meses de incerteza política. No entanto, Cavaco silva terá neste momento muitas dúvidas no seu miolo. A ver vamos.

Depois de quase 10 anos como múmia Cavaco silva vai fazer história como presidente da república tome ele a decisão que tomar.

Resta saber: OH Cavaco tens tomates para esta decisão?

O futuro de Portugal pode ser canhoto

Novembro 09, 2015

A Estabilidade política que se avizinha pode significar uma nova e futura instabilidade.

O que será que vai acontecer amanhã? Ao que parece o Partido Socialista conseguiu chegar a acordo com o PCP, os Verdes e o bloco de Esquerda e amanhã irão alinhar numa moção de censura ao programa de governo do PAF. A consequência prevista é a queda do governo.

E Depois?

Depois vamos ver se Cavaco Silva indigita António Costa como primeiro-ministro, ou se deixa um governo de gestão até novas eleições legislativas, que a acontecer será lá para o mês de Junho.

Não votei obviamente na política de esquerda, e acredito que a maioria dos votos de esquerda não entraram nas urnas para esta política que agora se desenha, mas depois da evolução do último mês confesso que gostaria de ver a esquerda no poder.

Vamos ver se as políticas que dizem melhorar e acabar com a austeridade, que todos nós sofremos, terá solução positiva.

Aguardamos por evoluções, até lá esperamos que os mercados não se amedrontem e que os juros da dívida portuguesa não subam.

Dizem que o futuro a Deus pertence mas agora pertence ao Cavaco...

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D