Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

Contratiempo

Março 17, 2018

contratiempo_cartel.jpg

 

Adrian Doria é um homem de sucesso que detém um emprego de sonho, um casamento feliz, um bebé perfeito e uma amante que concorda com toda esta vida.

 

Num contratempo, Adrian desperta num quarto de hotel e encontra sua amante morta coberta de dinheiro.

 

Ele é o principal e único suspeito por isso recorre à melhor advogada de defesa, Virginia Goodman, para tentar descobrir o que realmente aconteceu na noite anterior.

 

Toda esta sinopse é reduzida para não permitir entender o desenrolar do filme, no entanto este é um thriller psicológico extremamente bem idealizado, escrito e realizado.

 

Oriol Paulo, demonstra na sua realização que o cinema espanhol está forte e modernizado.

 

De destacar as excelentes interpretações de Mario Casas (adrian), José Coronado (Tomás garrido), Ana Wagener (Virgínia) e Bárbara Lennie (Laura Vidal).

 

Uma excelente sugestão para ver numa destas próximas noites de Inverno.

 

 

A grande familia espanhola

Março 06, 2018

la-gran-familia-espanola-facebook.jpg

 

Uma grande familia espanhola que se reune em torno de um casamento precisamente no dia da final da copa do mundo com a presença de Espanha.

 

São cinco irmãos completamente diferentes, um deprimidio, um retardado, um médico aventureiro, um responsavel e uma criança de 18 anos que quer casar.

 

Um falido que pensa roubar a familia, um que sendo retardado é o que sabe dos segredos do seu pai, um aventureiro que sabe que afinal nenhum dele é filho do seu pai, um que ama a ex-namorada do seu irmão, um que ama duas irmãs.

 

Um filme que nos faz pensar que uma familia que poderá ser disfuncional vive em plena normalidade dentro da sua anormalidade.

 

Um grande filme para ver realizado por Daniel Sanchez Arévalo com participação de Héctor Colomé, Antonio de la Torre, Roberto Álamo, Quim Gutiérrez, Miguel Fernández e Patrick Criado.

 

Un bacio

Fevereiro 26, 2018

Un-bacio-poster.jpg

Um filme de amores na adolescencia, alegrias, traumas, diversão, desilusão.

 

Dois rapazes e uma rapariga.

 

Um rapaz adoptado, uma rapariga discriminada, um rapaz campeão de basquetebol.

 

Um rapaz sonhador, uma rapariga que escreve, um rapaz que fala com o irmão que faleceu.

 

Uma rapariga violada, um rapaz gozado, um rapaz assassinafo.

 

Um rapaz que ama uma rapariga, uma rapariga que julga amar um rapaz, um rapaz que ama um rapaz.

 

Uma excelente visão de ivan cotroneo.

 

 

Lion - A Longa Estrada para Casa

Junho 29, 2017

lion2.jpg

Um filme baseado em factos verídicos de Saroo Brieley, e com adaptação da sua obra autobiográfica “A Long Way Home”.

 

Sinopse: Em 1986, Saroo, um jovem pobre indiano de cinco anos, perdeu-se durante a noite do irmão perto de uma estação de comboios enquanto este tentava arranjar algum trabalho em troca de umas rupias para comprar comida.

Quando Saroo se refugiou numa das carruagens para descansar, acabou por adormecer e ser levado para Calcutá, por onde vagueou sozinho durante semanas, sem saber que estava a 1500 quilómetros de casa.

Apesar de todas as dificuldades, conseguiu sobreviver até ser encontrado por um centro de crianças abandonadas e posteriormente adoptado por Sue e John Brierley, um casal australiano que residia na Tasmânia.

 

Agora, 25 anos passados, e a viver com a família adoptiva, Saroo começa a ter algumas reminiscências do que se terá passado no dia em que se perdeu da família.

Desolado, mas com uma necessidade imensa de descobrir as suas verdadeiras origens, estuda a linha de caminho-de-ferro através do Google Maps. Com algumas informações somadas a pressentimentos sobre lugares e pessoas, e acaba por viajando por esta plataforma digital encontrar a localidade onde vivia em criança.

Saroo viaja assim até à Índia, para conhecer a sua família, e reencontrar a mãe e os irmãos.

lion.jpg

Um filme dramático realizado por Garth Davis segundo um argumento de Luke Davies. Dev Patel, Nicole Kidman, Rooney Mara, David Wenham e Sunny Pawar dão vida às personagens principais.

 

Não posso deixar de referir a belíssima fotografia, a tentativa de captar a realidade da Ìndia, depois de lá ter estado tudo parece tão verdadeiro e natural. E por fim, referir o fabuloso desempenho de Dev Patel.

Para mim Dev não é apenas um ator de origens indianas que faz papeis de indiano, Dev Patel é um dos melhores atores da sua geração.

Jurassic World

Maio 22, 2017

 

23 anos depois voltei ao cinema com a minha família para ver o Jurassic World.

Há 23 anos atrás era uma criança sonhadora que ficou delirada com todos os dinossauros que surgiram na tela, que ficou fascinada com as criaturas que steven spielberg renasceu, fascinado com os rugidos do T-rex e assustado com o movimento assassino dos velociraptors.

Ontem 23 anos depois quando as portas do novo parque jurassico se abriram e começou a ouvir-se na sala de cinema aquela música melancolica voltei a ser uma pequena criança.

O filme não tem muitas novidades, o avanço tecnológico não trouxe nada de único, mas os dinossauros esses continuam a estar no imaginário de todos nós.

Vale pena ver para nos sentirmos novamente com 7 anos...

Um bom programa familiar.

 

Le Profs - os piores professores de França

Maio 22, 2017

PS_20151001141314.jpg

 

E se uma escola secundária tiver maus resultados nos exames nacionais? A escolha acertada do ministério de educação seria reforçar e garantir a competência dos professores que lá lecionam e garantir a qualidade do ensino.

Poderia ser esta se não existisse nos corredores do ministério secretários que ambicionam o mal do ministro e que querem a cadeira do poder, aí a solução é simples: contratar os piores professores do país e coloca-los à frente dos alunos finalistas do secundário.

Esta é a premissa para Les Profs, filme francês de 2013 do realizador Pierre François Martin-La Val baseado na banda desenhada francesa com o mesmo nome.

Uma comédia que não colheu as melhores críticas cinematográficas, mas que na minha opinião é uma excelente comédia para nos divertirmos, aliás acho que seja essa a verdadeira função de um filme cómico.

A história é simples, mas está recheada de personagens fantásticas e que daria a qualquer actor muito gosto em as trabalhar. Claro que além dos alunos do liceu, em especial Boulard o repetente e indiscplinado aluno, quem realmente brilha são os “profs” – os 7 magnificos – Amina, A bonita e gostosa professora de Francês, o enigmático Maurice professor de Filosofia, o louco e desastrado Albert professor de química, o fatigado e zen professor de matemática Cutiro, o exigente e militarizado professor de desporto Eric, a doida-varrida professora de Inglês e o pretende a professor de história e apaixonado por Napoleão Polochon. Os 7 vão virar a escola do avesso mas no final…

O final pode ser surpreendente por isso deixo em aberto para quem o queira ver.

Destaque para Pierre François Martin La Val que desempenha o papel de Polochon, Christian clavier no papel de Cutiro e Isabelle Nanty na louca Gladys.

Apesar das críticas este ano vai haver sequela – prof 2.

Um pequeno trailer do filme. Divirtam-se

 

La La Land - O filme do ano

Janeiro 26, 2017

LaLALAnd.jpg

Estreia hoje nas salas de cinema portuguesas o tão falado filme de Damien Chazelle La La Land, que a tradução portuguesa teimou em acrescentar ao título melodia do amor.

A história romântica em que se baseia o filme é simples, prática e recorre às premissas básicas de um romance musical. Aqui a diferença é a busca pela perfeição na luz, na escolha musical, no guarda-roupa e na fotografia. São estas questões técnicas que imprimem a beleza visual de La La Land.

Se é fã de musicais, este será sem dúvida o filme de 2016 (2017 em Portugal) a não perder, mas não esteja à espera de algo parecido com “Os Miseráveis”, esteja certo que vai encontrar a magia dos clássicos musicais dos anos dourados de Hollywood.

Se está à espera da melhor história do ano com um argumento inovador é melhor esquecer, mas La La Land é sem dúvida uma obras simples e bela, que o vai deixar feliz e a sonhar. Só os tolos não sonham.

A contribuir imenso para este argumento de Damien Chazelle, brilham Ryan Gosling e Ema Stone como protagonistas e as fantásticas trilhas sonoras de Justin Hurwitz.

Premiado com prémio de melhor atriz em Veneza, com sete galardões nos Globos de Ouro deste ano (melhor filme, ator, atriz, realizador, argumento, banda sonora e canção) estabelecendo assim novo recorde, com 11 indicações aos Bafta e com a impressionante marca histórica de 14 nomeações aos Óscares, La La Land vai ser o filme sensação.

 

Nuno Lopes Melhor Actor em Veneza

Setembro 12, 2016

nunolopes.jpg

Nuno Lopes, para mim um dos melhores atores portugueses da atualidade, venceu a distinção de melhor actor no festival de cinama de Veneza, conquistando o prémio Orizzonti pela sua prestação no filme São Jorge do realizador Marco Martins.

Um filme que retrata a realidade vivida nos bairros da belavista e da Jamaica em Lisboa. O papel de Nuno é o de um boxeus desempregado que aceita trabalho noturno numa empresa de cobranças dificeis.

De leão de ouro na mão não deixou de enaltecer os habitantes alfacinhas destes bairros e de criticar o dragão da austeridade que "cuspiu fogo" sobre Portugal.

Não poderia deixar passar este tema em branco: Parabéns ao Nuno e ao Cinema Português.

Rotas do Mundo

Aqui me encontro

Mafalda Ribeiro A Super Mulher Deficiente

Maio 07, 2016

PS_20160507202002.jpg

 

Hoje mais uma grande entrevista de Daniel Oliveira no Alta Definição com Mafalda Ribeiro.

Uma excelente conversa que demonstra bem a força, a teimosia, a garra desta super micro mulher.

Há uns 10 anos atrás tive o prazer de conhecer esta Mafalda, no meu tempo de jornalista estagiário do Sociedade Civil da RTP2 com a Fernanda Freitas.

Desde logo reconheci a sua força e humildade quando a agarrei ao colo para a levar para o estúdio.

Continua com a tua força e a sorrir sobre rodas.

Sei que que não ficarás chateada mas és mesmo a super mulher deficiente.

 

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D