Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

Dia 1 de Outubro está a aproximar-se.

Setembro 18, 2017

Presentation1.jpg

 

É verdade que é o dia do meu 34º Aniversário, mas mais importante (pois quem me conhece sabe que nem ligo a estas coisas) é dia das eleições autárquicas.

 

Desde sempre que me interesso por política apesar de não ser filiado em nenhum partido. Seria difícil, pois tenho ideais que vagueiam da esquerda até à direita, teriam de criar um partido novo - o PPC – partido do Pedro Carvalho. Mas acima de tudo acredito em ideais e pessoas.

 

Este ano não pertenço a nenhuma lista autárquica, não por falta de convites mas porque para defender verdadeiramente aquilo em que acredito teria de ter disponibilidade para tal. E devido aos meus compromissos profissionais não me é de todo possível.

 

Há 12 anos entrei numa luta ao lado do meu querido amigo Rui Santos – atual presidente da Junta de Freguesia de Colares/ Sintra, nessa altura independentes mas com o apoio da coligação Mais Sintra (PSD e CDS), acreditávamos que iríamos ganhar, mas a vitória foi estrondosa e surpreendente.

 

Desde essa data que estive sempre presente nesta luta para o desenvolvimento de uma freguesia que me acolheu à nascença, que me educou e acima de tudo que me trouxe valores grandiosos de solidariedade e associativismo. Hoje aquilo que sou – Sou Colares.

 

Este ano o meu caro Rui já não se pode recandidatar então surgem outros 3 potenciais presidentes da Junta:

- Paulo Paixão – candidato da CDU

- João Vieira – candidato do PS

- Pedro Filipe – candidato do Movimento Juntos pelos Sintrenses

 

Quanto ao primeiro candidato, não posso tecer muitos comentários pois apesar de residir na nossa freguesia, aliás já me disseram que é meu conterrâneo – Azóia – não o conheço, nem conheço o seu trabalho. Sei apenas que tem o apoio do Joaquim Alves – pessoa que admiro e que respeito enormemente.

 

Quanto ao Sr. João Vieira, conheço-o da sua atividade cultural e desportiva no Mucifal e também de ser um dos braços direitos do ex-presidente Alfredo Soares no executivo da J.F. Colares. Se é pessoa que eu simpatizo? Não, mas isso não o descredibiliza nesta corrida. Desejo a maior sorte e se “Todo o tempo houve Tartufos”... talvez consiga a vitória.

 

Depois temos o Pedro Filipe, mais conhecido pelo Pascoal, homem nascido no Mucifal, residente em Almoçageme e que é um dos nomes fortes do executivo atual. Não o apoio formalmente devido ao motivo anteriormente mencionado mas dou-lhe a minha força, estou ao seu lado nesta luta. Sei que nos últimos 12 anos trabalhou e que quer continuar a trabalhar, mais, melhor e claro inovar.

 

Pedro, espero sinceramente que consigas a vitória. É verdade que continuaremos numa política de continuidade mas acredito seriamente que “os tens no sitio” para mudar para melhor. Apesar do bom trabalho feito até aqui há muito para fazer, há muito para transformar Colares numa terra jovem, fresca, dinâmica, com uma economia local importante. É preciso ser COOLares.

 

Que dia 1 de Outubro te traga a vitória e a mim um belo presente de aniversário

Recantos de uma Serra Mágica

Novembro 21, 2015

A beleza é algo difícil de explicar, pois o que para mim é belo pode causar outro qualquer sentimento a um indíviduo diferente. Mas uma coisa tenho a certeza, a minha Serra de Sintra é mágica, acordar cedo e ver o levantar do nevoeiro destapar a Serra e o Mar é milagroso.

IMG_20151121_124244.jpg

Aqui neste pequeno recanto do país, onde a terra acaba e o mar começa, podemos encontrar recantos mágicos, calmos, lindos, românticos ou melancólicos.

Do abrir da minha janela vejo ao fundo o mar, e aquele imponente farol que outrora gritava aos barcos que passavam ao largo da costa que aqui era a terra da magia.

IMG_20151121_123114.jpg

Os rochedos ingremes protegem-nos das bravuras do Atlântico e no sopé da serra, as altas e centenárias árvores, fazem com que este recanto mergulhe na sombra da magia.

IMG_20151121_124014.jpg

Por entre elas, os raios de sol brilham, o musgo e as heras crescem num enrolado sem fim, as pedras choram gotas de orvalho, e as fontes riem ao som do cair da água.

IMG_20151121_124702.jpg

Nos lagos podemos imaginar o nascer das ninfas e deusas de outros tempos, as palavras não precisam de ecoar, basta o silêncio, o mágico silêncio.

IMG_20151121_125743.jpg

Aqui na Serra de Sintra, por entre o verde emergem castelos, conventos, ermidas. Os mouros por aqui viveram, os reis por aqui reinaram, os deuses por aqui permanecem mantendo a vitalidade da natureza. Até Baco, ou outro quaslquer deus, deu o doce às uvas para nascer o vinho de Colares.

IMG_20151121_130505.jpg

É deste recanto de sonho que parto nas rotas do mundo, que voo e conheço outras culturas, que saio para o reboliço de uma cidade, que gozo por ver tudo e aprender mais. Mas este desejo de partir está sempre assente no gosto de regressar.

Don Calzone em Janas desagradou

Agosto 24, 2015

logo.png

 

Durante este fim de semana, mais propriamente no sábado fui jantar a um restaurante italiano perto da casa dos meus pais que já conhecia há imenso tempo.

O Restaurante chama-se Don Calzone e era um dos meus restaurantes italianos preferidos, com uma ementa vasta mas com produtos de extrema qualidade.

No entanto, fiquei bastante desiludido, pois a qualidade da confeção piorou bastante face aos parâmetros a que estava habituado. É certo que não passou para um escalão de desagrado total mas também deixa muito a desejar.

O carpaccio que serviu de anti-pasti era seco e sem qualquer sabor fenomenal, acho que compraram em qualquer superfície comercial daquele embalado e dispuseram-no sobre uma cama de rúcula com 3 pingos de balsâmico para disfarçar.

Numa divisão de pratos provámos um calzone quatro estação, uma simples pizza de queijo e fiambre e tortellinis com recheio de ricota. Se bem que o calzone estava bem recheado e com produtos que aparentavam algum cuidado, por exemplo os camarões grandes e bem confecionados, a piza simples está do pior. O molho de tomate lembrava molhos comprados em hipermercados e dispunha sem qualquer gosto e cuidado fatias gigantes de fiambre.

Os tortellinis estavam bem cozidos, mas o seu recheio haveria de estar em qualquer outro local porque no meu prato não o encontrei, salvou o molho de tomate com cogumelos e Baco que envolvia aquela pasta.

As sobremesas salvaram a noite com os profiteroles regados com chocolate, gelado e natas e a pannacota deliciosa.

Final das contas acho bem que voltem a esforçar-se por conseguir manter a cliente, porque caso contrário correm o risco da má reputação.

Dou o beneficio da dúvida, pois o cozinheiro poderia estar de férias, em todo o caso é preciso cuidado na diferença de pratos que servem.

Slide2.JPG

 

Cortejo de Oferendas em Almoçageme - Colares - Sintra

Agosto 19, 2015

No próximo domingo dia 23 de Agosto pelas 14 horas volta o Cortejo de Oferendas a percorrer as ruas de Almoçageme e a instalar-se no Largo para o tradicional leilão de produtos hortícolas e frutícolas.

Para quem não sabe o Cortejo de oferendas é uma tradição bastante antiga, onde existe como o próprio nome indica um cortejo (hoje em dia de carrinhas e tratores, outrora em carroças) apinhado dos produtos saloios mais frescos cultivados nesta linda freguesia de Colares, que foram ofertados pela população de Almoçageme, Stº. André e Casas Novas, com o intuito de efetuar-se um leilão desses mesmos produtos para obter receitas com fim de beneficência.

A todos os que conhecem são sempre bem-vindos mais um ano, a quem não conhece é uma excelente oportunidade de encher a dispensa neste final do mês, aqui pode comprar a preços de leilão que por norma são bastante baixos muita fruta de qualidade (maçãs novas, peras, laranjas e os raros pêssegos rosa que só existem em Colares, uvas, melão e afins) leguminosas e hortaliças bem frescas apanhadas no dia anterior ou na própria manhã, batatas, alhos e cebolas. Produtos de grande qualidade e biológicos.

cartaz cortejo oferendas.jpg

 

Além dos produtos frescos existem também grandes oportunidades como excelentes garrafas de vinho da região, por vezes até pode encontrar Vinho Ramisco de Colares, pode adquirir ainda alguns animais de capoeira ou outros produtos diversos que tenham sido ofertados.

Este ano o cortejo de Oferendas é organizado pela jovem Comissão de Festas em Honra de Nossa Senhora da Graça 2015, e os rendimentos obtidos servirão para a organização das nossas festas populares tradicionais de outubro.

A Festa em Honra de Nossa Senhora da Graça é sem dúvida uma das festas populares mais antigas e sem interrupção desde a sua criação. Desde 1768 que todos os anos no primeiro Domingo de Outubro a Nossa Senhora da Graça sai à rua para abençoar as gentes de Almoçageme e restantes devotos, e para comemorar existem 5 dias de festa que são uma maravilha.

O convite está feito. Este Domingo há Cortejo de Oferendas e em Outubro há festa da Graça.

As receitas destinam-se a ajudar as instituições solidárias da terra como os Bombeiros Voluntários e a Sociedade Recreativa entre outras e para a organização das Comemorações dos 250 anos das Festas em honra da padroeira.

A tradição não pode morrer por isso desde já os meus votos de sucesso à comissão.

loso sra. graca.jpg

 

Cristina Ferreira de Saloia da Malveira a Rainha Midas em Portugal

Julho 22, 2015

rev.jpg

 

Cristina Ferreira a conhecida apresentadora de televisão, estrela da TVI, parece o novo Rei Midas em Portugal.

Porquê este fenómeno? Não consigo perceber, talvez pela sua simpatia, pela simplicidade que quer transmitir, mas a verdade é que tudo onde toca, tal como o Rei Midas transforma-se me ouro.

Na apresentação dos programas da manhã continua líder de audiências em conjunto com o seu amigo Goucha, quando detém o Prime Time de Domingo seja acompanhada ou sozinha ganha à concorrência, torna-se embaixadora mundial de uma empresa de cosméticos e o seu perfume Meu esgota sem explicação.

perf.jpg

 

Depois o seu blog Daily Cristina é um dos mais visualizados e lidos neste mundo virtual português, a sua revista assim que chegou às bancas esgotou e todas as edições têm imensas tiragens, e agora um simples vestido da Veste Costure que vestiu na última festa da TVI, e que tanto foi criticado, volta a esgotar.

cris.jpg

 

Fico espantado com tal feito, não por não achar que a Cristina não mereça, ou pela típica inveja portuguesa, pelo contrário fico feliz que alguém português se torne verdadeiramente uma estrela. E em Portugal há tão poucas hit Women verdadeiras e estrelas a brilhar.

Realmente tal como Rei Midas onde a nossa Cristina toca vira ouro.

Sendo saloio de colares dico feliz pela saloia da Malveira.

Cristina, fala lá do meu blog que com certeza vai ter bastantes visualizações. J

Há belezas aqui tão perto - Praia da Ursa

Julho 06, 2015

ursa.jpg

 

Não sou a pessoa mais viajada do mundo, mas já tenho na bagagem alguns destinos.

Já estive em Praias na maioria dos mares e em todos os Oceanos, umas com água quente, outras gélidas, águas verdes, azuis, turqueza, transparente, escuras.

Algumas com paisagens verdejantes a chegar à beira-mar, outras com ondas que rebentam em paisagens desérticas.

Se tiver em conta qualidade de água, beleza da Praia, temperatura do mar e fauna e flora marítima tenho de escolher as belas Praias de Ko Phanang na Tailândia como as jóias da coroa.

ursa meio.jpg

 

No entanto não me posso esquecer das belezas que tenho à beira da porta - Praia da Ursa - uma praia com uma beleza sem igual, guardada por rochedos e falésias abruptas e que nos transportam para um local místico, calmo e onde podemos contemplar o sossego e a solidão.

Se há uns anos atrás quando a frequentava esta praia era conhecida por muito poucos, e frequentada na maior parte por pescadores e por nudistas, hoje tornou-se uma praia internacional e de familia. É a consequência das redes sociais e da internet que põe a Praia da Ursa, mesmo encostada ao Cabo da Roca, na mira dos turistas aventureiros.

Ontem foi o dia de lá regressar depois de dois anos de ausência, e a beleza continua a mesma.

ursaesq.jpg

 

Praia da Ursa uma das mais belas praias do mundo.

Sintra - Praias Bandeira Azul 2015

Maio 01, 2015

C__Data_Users_DefApps_AppData_INTERNETEXPLORER_Tem

 

Entramos em Maio e caminhamos a passos largos para a abertura de mais uma época balnear.

Vivendo a escassos 2 km do mar, aqui no sopé da Serra de Sintra, a minha vida sempre foi em contato com as belas praias existententes no concelho de Sintra.

Claro que as minhas praias de eleição são a Praia da Ursa na Azoia, praia sem vigilância e conhecida por toda a comunidade naturista e a Praia da Adraga em Almoçageme. Mas sou um apaixonado por toda a nossa costa e acredito que temos das praias melhores e mais bonitas do mundo, aliás por diversas vezes várias publicações internacionais concordaram comigo.

Ao abrir o jornal hoje e ao ver a lista das 299 praias portuguesas que alcançaram o galardão de bandeira azul reparo que no concelho de Sintra não há nenhuma praia com o devido reconhecimento.

Aqui na volta cascais detem 12 praias com bandeira azul, lourinhã 3, Mafra 6, Torres Vedras 10, Peniche 6. E Sintra?

Fiquei intrigado e fui ler um pouco sobre o tema.

Ora este galardão além da acreditação da qualidade da praia e do seu mar é uma forma de destaque turístico, algo tão defendido pelo atual executivo da Câmara Municipal Sintra enquanto fazia campanha política.

Fui tentar descobrir os critérios de avaliação - Informação e educação ambiental, Qualidade da água, Gestão ambiental e equipamentos e Segurança e serviços - e concluo que na maior parte, se não em todos os critérios existe uma responsabiluzação da autarquia local para a concretização de todos os pontos.

E assim há 3 possíveis razões para não termos qualquer bandeira azul em Sintra: A autarquia e entidades responsáveis nada fazem para que as nossas praias tenham qualidade, poderá também ser que o turismo é importante para a autarquia mas não interessa divulgar as suas costas pois podia trazer enchentes de estrangeiros ás localidades onde muitos políticos de todos os quadrantes detem as suas mansões erigidas em zonas de paisagem natural protegida, ou simplesmentemente nem sequer concorreram e nesse caso acho mal, mas que com um manifesto ou um simples comentário pode ilucidar dúvidas como a minha.

E pela busca que fiz nos meios de comunicação de hoje não vi nenhuma declaração.

Seja como for está na hora de apostar verdadeiramente no turismo em Sintra e em particular na minha freguesia de Colares.

Não podemos ser apenas um ponto de passagem ao Cabo da Roca, uma visita diária a Sintra para depois voltarem as dormidas em Cascais e Lisboa.

Ja toda a gente percebeu que a economia portuguesa vai desenvolver muito assente no turismo por isso estamos há espera do quê?

Se não quiserem desenvolver tomem medidas como o Antonio Costa em Lisboa. Taxa de 1 euro a cada estrangeiro que visita a Roca - taxa municipal para melhoramento da orla costeira...

Mesmo assim com ou sem bandeira azul estou desejoso que chegue o calor para nergulhar nas águas gélidas da Adraga.

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D