Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

ThinInspiration - O Culto da Fome

Novembro 27, 2015

M.jpg

 

Uma rapariga de 17 anos acha-se feia e gorda, vê que o seu peso perturba a sua evolução como dançarina de contemporâneo, por isso decide mudar a sua vida e começa a aceder a um site que presta um culto extremo à ANA – anorexia.

A partir daí começa com uma primeira dieta – a dieta das 500 calorias, depois começa a descer ao mesmo tempo que o seu peso também desce, a mudança começa a ser notória, tanto a nível físico onde os ossos começam a ficar bem vincados à pele, como a nível psicológico que altera o seu perfil para alguém maníaco, louco, doente.

Um filme que pode ser educativo para alertar para esta temática dos distúrbios alimentares, mas também poderá ser um precursor para quem já sofre de algum distúrbio e vê aqui uma maneira louca de aumentar/ crescer a sua doença.

Vale a pena pela excelente interpretação da personagem principal desempenhada pela jovem atriz Laura wiggins e pela boa realização de Tara Miele.

A Culpa é das Estrelas

Abril 30, 2015

culpatexto.jpg

Uma história de amor... mas nem todas as histórias de amor são iguais...

Hazel Grace uma jovem de dezasseis anos vê-se há uma década a lutar com um cancro pulmonar, uma doença grave e terminal que a obrigam a levar um garrafa de oxigénio permanentemente consigo. A morte era certa até entrar num programa inovador de testes de um fármaco novo. As coisas parece que resultam minimamente conseguindo Hazel a sobrevivência. Uma adolescente forte e corajosa que tem como medo a sua morte, não por morrar mas por não saber como os seus pais reagiriam ao seu adeus.

Hazel isola-se do mundo e foca-se apenas num romance escrito por Peter Van Houten, que retrata a temática de um amor entre pessoas com cancro.

Obrigada pelos seus pais a visitar um centro de jovens com cancro conhece Augustus, um jovem que sofre de osteosarcoma e que teve de amputar uma das suas pernas.

Como qualquer filme romântico os dois vão-se apaixonar, conhecer, tornarem-se inseparáveis. Um dos sonhos de Hazel é conhecer o seu escritor de eleição que vive em amesterdão.

Augustus realiza o seu sonho e vivem momentos marcantes para si, no entanto Peter Van Houten consegue estragar com o seu alccolismo e estupidez o sonho de hazel.

Quando tudo parece que acalma, Hazel recebe uma chamada de augustos para ir ter com ele a uma bomba de gasolina, quando lá chega, o seu apaixonado encontra-se desfigurado de dores. ali ele siz-lhe a verdade o cancro tinha espalhado pro todo o organismo e tinha pouco tempo de vida.

Para saber como seria o seu velório, organiza um pré-velório para ouvir as palavras da sua amada, mas essas palavras no dia que deviam ser ditas são mais institucionais e menos sentidas.

A vida não é infinita, o amor também não... no entanto há alguns infinitos que são maiores que outros.

Um filme de 2014 baseado no romance hómonimo de John Green realizado por Josh Boone e com adaptação de Michael H.Webber e Scott Neustadter.

Destaca-se nos papéis de protagonistas Ansel Elgort como Augustus e Shailene Woodly como Hazel. Um elenco completado ainda por Nan Wolff como um dos melhores amigos com um desempenho muito bom, Willem Dafoe como Van Houten e Laura Dern como a mãe de Hazel.

Boas interpretações para o género de filme e para mim a revelação da atriz Shailene Woodly, que após este filme e a vaga de divergente promete ser a próxima jovem estrela de Hollywood.

culpafoto.jpg

 

Slide4.JPG

 

Simple Alice – O meu nome é Alice

Março 31, 2015

alice.jpg

 

E ontem decorreu mais uma noite de Cinema em Casa, já há alguns tempos que andava para ver este filme – O meu Nome é Alice, filme que deu a Juliane Moore o Óscar de melhor Actriz este ano.

O filme conta a história de Alice, uma professora catedrática de Linguística de grande sucesso, que exercia funções na Universidade de Columbia, Nova Iorque, e escritora de alguns livros de investigação.

A história começa com o primeiro sintoma de uma doença neurologia aos 50 anos da personagem, mas como este filme é uma história que aborda as memórias, rapidamente percebemos o passado de Alice. Uma jovem lutadora que com 18 anos vê morrer a sua mãe e a sua única irmã, e que vive com o seu pai alcoólico até este falecer de Hepatite.

A jovem lutadora conseguiu tirar o seu curso com dedicação, estudo e um QI acima da média, e ao mesmo tempo criar uma estrutura familiar nova composta por um esposo dedicado e 3 filhos diferentes mas que em comum amam a sua mãe.

E é numa simples corrida que se perde, no espaço que percorrera tantas e tantas vezes. Começa a esquecer-se de algumas palavras, de algumas situações, e BUMB!!! Descobre que tem Alzheimer – doença neurológica que tantos de nós utiliza para brincadeiras e piadas mas com que não é nada fácil de conviver.

A partir vê-se o declínio desta mulher, desta mãe, desta força da natureza, até se perder num mero corpo sem memória.

Juliane Moore têm uma interpretação notável, que lhe valeu o Óscar, e foi merecido. Fantástico Desempenho.

A todos aqueles que um dia possam chegar a esta fase, espero verdadeiramente que consigam abrir o filme colocado na pasta da borboleta e que cumpram as suas próprias instruções. A nossa condição humana não deveria chegar até à vergonha da Alzheimer.

Enquanto não há cura que haja esperança.

Slide4.JPG

 

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D