Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

Eleições na Catalunha podem significar desagregação da vizinha Espanha

Setembro 28, 2015

tourada.jpg

 

Ontem as eleições regionais espanholas da Catalunha decorreram dentro de grande êxtase e ansiedade quer por todos as restantes regiões espanholas quer por todos os restantes países europeus.

A questão era muito mais complexa do que eleger o próximo governo regional e o seu presidente. Estava em questão a defesa da liberdade, ou seja da independência da Catalunha.

Talvez por a questão influenciar tanto esta região para o bem e para o mal, estas foram as eleições com mais representatividade, votando cerca de 77,5% dos eleitores catalães.

A vitória foi expressiva com uma maioria relativa de Artur Mas, em representação do partido Juntos pelo sim, a que somando os votos da Plataforma dos Cidadãos CUP (extrema esquerda) os dois grupos conseguem uma maioria absoluta com 72 representantes face aos 63 eleitos pelos restantes partidos.

No entanto e apesar do circulo eleitoral dar a vitória com maioria, esta não chega para a alteração à constituição espanhola por só colheram 47,81% pelas forças do SIM à Independência.

Vamos ver como correm as futuras negociações, e a própria expressão pela independência.

Se por um lado a Catalunha, sendo a região mais rica espanhola, iria beneficiar com esta independência muitas já são as ameaças do governo central como a saída do euro, o fim do financiamento externo, entre muitos outros.

Acompanharemos a evolução, mas se esta situação se concretizar muitas serão as regiões de países europeus a seguir o exemplo, e aí mais uma vez a Europa terá de repensar a sua estrutura e ideologia.

A Catalunha toureou a restante Espanha.

Nenhum destino é seguro por isso vale a pena arriscar

Agosto 18, 2015

Um dia passa, nova noticia que nos deixa receosos do que poderemos encontrar aqui e além fronteiras.

Se poderiamos escolher um núcleo de destinos que eram seguros e que raramente se passava problemas desta matéria, hoje em dia é complicado.

Na Europa há atentados , em África em diversos países a revolta mulçumana não descansa ninguém, basta ver o caso do tiroteio na Tunísia, agora foi na Tailândia as bombas ainda com dúvidas sobre os verdadeiros culpados, na américa latina a insegurança é tema central.

Hoje para onde quer que se vá existe sempre a possibilidade de apanhar um atentado, ou alguma manifestação mais violenta, por isso há duas opções: ou ficar no nosso pequeno Portugal (que ninguém garante que não seja um próximo alvo de terrorismo) ou partir em descoberta e correr os riscos associados.

Como quem não arrisca, não petisca, eu prefiro petiscar...

As cidades mais baratas e dispendiosas para pernoitar em Agosto

Agosto 13, 2015

A Trivago – motor de busca publicou um estudo (Hotel Price Index) sobre as cidades mais caras e mais baratas para pernoitar durante o mês de Agosto.

Se por acaso ainda está a pensar qual o local a visitar neste extenso planeta poderá ter aqui algumas ideias. Se procura gastar pouco ou até não se importa de investir um pouco mais, há opções para todas as bolsas.

De salientar que do mais barato para o mais caro existe a diferença de 400€ por noite.

A cidade mais barata do mundo com o preço de 55€/noite é Hanói no Vietname enquanto o principado do Mónaco ocupa a posição de mais caro com um custo médio de 475€.

Portugal figura com o Porto entre as 10 cidades mais baratas da Europa o que poderá atrair ainda mais turistas à nossa bela invicta cidade.

As cidades da Europa mais baratas são: Varsóvia, Sófia, Bucareste, Sevilha, Belgrado, Cracóvia, Madrid, São Petersburgo, Dresden e Porto e Bruxelas.

As cidades mais caras no velho continente são: Mónaco, Edimburgo, Genebra, Londres, Veneza, Berna, Copenhaga, Amesterdão, Nice e Dublin.

Depois de por acaso quiser viajar para outros países é de fixar que os destinos mais baratos são os seguintes: Luxor no Egito, Belo Horizonte no Brasil, Cidade do México no México e Hanói no Vietname.

Enquanto que as cidades mais caras são: Boston nos EU América, Palm Bezh em Arruba, Zanzibar na Tânzania e Nord Malé Atoll nas Maldivas.

Opções são muitas, agora é só escolher a sua Rota e partir.

Boas férias.

O povo grego - Da democracia à anarquia

Julho 15, 2015

Depois de nos ultimos meses os gregos não conseguirem impor nenhuma medida de austeridade, depois de escolherwm um governo maioritário de esquerda muito radical, depois de esse mesmo governo dar voz ao povo grego sobre se queriam ou não a austeridade no seu país e deste ter dito não através da democracia tudo continua na mesma.

A Europa não perdoa dívida, e bem, o governo que se julgava alternativo não consegue mudar nada e sujeita-se também às pressões europeias.

Agora o país que foi o criador da democracia e que tanto o apregou aquando o referendo parece-me que em breve vai realmente dar poder ao povo mas através de uma anaquia.

O futuro na minha opinião será mesmo sair do Euro.

Vamos aguardar para ver.

A palhaçada Grega continua

Julho 06, 2015

Ontem o país da Democracia voltou a expressar-se como o primeiro a fazer face ao poder da europa dominada pela "ditadora" Alemanha e pelo seu aliado França.

Ontem disseram não às políticas de austeridade. Mas e agora?

Será que não vão querer pagar a dívida? Será que vão sair do euro?

Será que a Zona euro, o FMI e o Banco Central vão abrir excepções?

O ministro das finaças grego já se demitiu. Porquê?

A palhaça grega continua e nós à espera de saber o que isso irá influenciar com as nossas vidas.

Aguardamos expectantes por novas informações...

E depois da Grécia?

Junho 29, 2015

bandeiras.jpg

 

E será que se aproxima o fim da União Europeia?

A questão da Grécia continua esta semana a ser a ordem do dia, ou melhor, a ordem de todos os dias. Amanhã vence-se o prazo para pagamento da tranche de dívida ao FMI e a Grécia não pagando, o que parece que vai mesmo acontecer, entra em Default.

Durante os últimos dias existiu a tentativa de negociações entre a Troika e o governo grego de forma a ultrapassarem esta questão. Uns não cederam na implementação de medidas de austeridade, outros não perdoam a dívida nem a renegoceiam.

Então no próximo domingo os gregos vão dirigir-se às urnas para realmente saber o seu futuro, a escolha é entre se aceitam a austeridade ou pelo contrário não pagam a sua dívida. As consequências são imprevisíveis e poderão significar a saída da Grécia da Zona Euro e quem sabe da união europeia.

Ponho-me a pensar, será que os gregos estão assim tão errados?

O exemplo do país Europeu que faliu e que se borrifou nos credores foi a Finlândia, e pois não é que estão em grande crescimento económico.

E se isto se alastra a outros países, não será o fim da Europa tal como a conhecemos?

A Europa neste momento vive uma crise gigantesca quer económica, quer política, e parece que os seus cabecilhas não sabem governar este barco tão gigantesco.

Portugal cá estará como sempre no cantinho, pobre, cantando uns fados às suas ninfas e esperando que o Destino seja melhor.

Mas será que não viveríamos melhor sem a Europa?

É uma pergunta que dificilmente consigo responder, ou que ninguém conseguirá, pois é difícil prever o futuro ou situações irreais.

Mas na minha opinião tal com Afonso Henriques se libertou de Espanha, e como nos séculos seguintes Portugal se voltou para o resto do mundo, está na hora de deixarmos de ser tão europeístas e nos tornarmos "mundialistas". É verdade que somos um pequeno território, mas também é verdade que temos uma grande costa marítima, estamos estrategicamente e geograficamente bem posicionados, temos uma grande plataforma de mar e temos a audácia que sempre nos caracterizou.

Portanto, se isto correr mal, podemos sempre improvisar – e é algo que nos caracteriza tão bem – e correr em busca de velhos novos mundos.

Eu acredito num Futuro sem a União Europeia.

Hoje poderá ser a 2ª feira negra da Europa

Junho 22, 2015

C__Data_Users_DefApps_AppData_INTERNETEXPLORER_Tem

 

Será que esta segunda-feira vai ser a primeira negra da Europa...

Tudo pode acontecer na reunião do Eurogrupo.

Será que a Grécia vai ceder?

Será que a Europa tem medo das consequências negativas, por exemplo a Alemanha, que tem receio de ficar com um incumprimento grego superior ao PIB português?

Aguardamos novidades...

Oliveira na luz...

Abril 03, 2015

Com mais de uma centena de anos de vida morreu o cineasta portugues Manoel de Oliveira.

Nao vou se hipocrita e dizer que adorava a sua obra, pelo contrario, os seus filmes cansavam-me, faziam-me dormir.

As carateristicas de filmagem dos seus filmes sao muito particulares e com um cunho muito Europeu dos anos 50/60. Talvez por isso na minha opiniao estejam ultrapassados.

Defensor de uma cultura de massas o Cinema Portugues para evoluir tera de deixar de ser cinema de autor, deixar de se focar num numero reduzido de umbigos e apostar na modernidade, precisa evoluir. Vejam o belo exemplo do cinema frances. Nao descurando as suas carateristicas unicas soube mudar.

No entanto tenho de admitir que este homem contribuiu muito para o Cinema Portugues no mundo.

Alem disso era senhor de uma garra extrema. Trabalhar ate morrer.

No teatro diria que as arvores morrem de pe. No cinema Manoel de Oliveira morre na luz.

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D