Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

Le Profs - os piores professores de França

Maio 22, 2017

PS_20151001141314.jpg

 

E se uma escola secundária tiver maus resultados nos exames nacionais? A escolha acertada do ministério de educação seria reforçar e garantir a competência dos professores que lá lecionam e garantir a qualidade do ensino.

Poderia ser esta se não existisse nos corredores do ministério secretários que ambicionam o mal do ministro e que querem a cadeira do poder, aí a solução é simples: contratar os piores professores do país e coloca-los à frente dos alunos finalistas do secundário.

Esta é a premissa para Les Profs, filme francês de 2013 do realizador Pierre François Martin-La Val baseado na banda desenhada francesa com o mesmo nome.

Uma comédia que não colheu as melhores críticas cinematográficas, mas que na minha opinião é uma excelente comédia para nos divertirmos, aliás acho que seja essa a verdadeira função de um filme cómico.

A história é simples, mas está recheada de personagens fantásticas e que daria a qualquer actor muito gosto em as trabalhar. Claro que além dos alunos do liceu, em especial Boulard o repetente e indiscplinado aluno, quem realmente brilha são os “profs” – os 7 magnificos – Amina, A bonita e gostosa professora de Francês, o enigmático Maurice professor de Filosofia, o louco e desastrado Albert professor de química, o fatigado e zen professor de matemática Cutiro, o exigente e militarizado professor de desporto Eric, a doida-varrida professora de Inglês e o pretende a professor de história e apaixonado por Napoleão Polochon. Os 7 vão virar a escola do avesso mas no final…

O final pode ser surpreendente por isso deixo em aberto para quem o queira ver.

Destaque para Pierre François Martin La Val que desempenha o papel de Polochon, Christian clavier no papel de Cutiro e Isabelle Nanty na louca Gladys.

Apesar das críticas este ano vai haver sequela – prof 2.

Um pequeno trailer do filme. Divirtam-se

 

8 Dias para Paris - sugestões?

Janeiro 28, 2016

Slide1.JPG

 

Faltam 8 dias para levantar voo em direcção à cidade luz.

Desta vez somos muita gente entre adultos e crianças, uns 18, que vão tentar desbravar ao máximo a cidade luz durante dois dias, e depois partir em direcção à Disneyland para curtir a infância que existe em cada um de nós por 3 dias.

Somos muitos, queremos absorver Paris ao máximo em pouco menos de 48 horas, por isso temos de sintetizar, e resumir, escolher bem o que queremos ver e divertir-nos muito.

Por isso se alguém quiser dar umas sugestões, aceita-se!

Felizmente esta já é a minha segunda visita a Paris porque se não iria saber a pouco...

Paris J'adore

Aqui me encontro

Slide2.JPG

 

Le Profs - os piores professores de França

Outubro 01, 2015

PS_20151001141314.jpg

 

E se uma escola secundária tiver maus resultados nos exames nacionais? A escolha acertada do ministério de educação seria reforçar e garantir a competência dos professores que lá lecionam e garantir a qualidade do ensino.

Poderia ser esta se não existisse nos corredores do ministério secretários que ambicionam o mal do ministro e que querem a cadeira do poder, aí a solução é simples: contratar os piores professores do país e coloca-los à frente dos alunos finalistas do secundário.

Esta é a premissa para Les Profs, filme francês de 2013 do realizador Pierre François Martin-La Val baseado na banda desenhada francesa com o mesmo nome.

Uma comédia que não colheu as melhores críticas cinematográficas, mas que na minha opinião é uma excelente comédia para nos divertirmos, aliás acho que seja essa a verdadeira função de um filme cómico.

A história é simples, mas está recheada de personagens fantásticas e que daria a qualquer actor muito gosto em as trabalhar. Claro que além dos alunos do liceu, em especial Boulard o repetente e indiscplinado aluno, quem realmente brilha são os “profs” – os 7 magnificos – Amina, A bonita e gostosa professora de Francês, o enigmático Maurice professor de Filosofia, o louco e desastrado Albert professor de química, o fatigado e zen professor de matemática Cutiro, o exigente e militarizado professor de desporto Eric, a doida-varrida professora de Inglês e o pretende a professor de história e apaixonado por Napoleão Polochon. Os 7 vão virar a escola do avesso mas no final…

O final pode ser surpreendente por isso deixo em aberto para quem o queira ver.

Destaque para Pierre François Martin La Val que desempenha o papel de Polochon, Christian clavier no papel de Cutiro e Isabelle Nanty na louca Gladys.

Apesar das críticas este ano vai haver sequela – prof 2.

Um pequeno trailer do filme. Divirtam-se

 

Nenhum destino é seguro por isso vale a pena arriscar

Agosto 18, 2015

Um dia passa, nova noticia que nos deixa receosos do que poderemos encontrar aqui e além fronteiras.

Se poderiamos escolher um núcleo de destinos que eram seguros e que raramente se passava problemas desta matéria, hoje em dia é complicado.

Na Europa há atentados , em África em diversos países a revolta mulçumana não descansa ninguém, basta ver o caso do tiroteio na Tunísia, agora foi na Tailândia as bombas ainda com dúvidas sobre os verdadeiros culpados, na américa latina a insegurança é tema central.

Hoje para onde quer que se vá existe sempre a possibilidade de apanhar um atentado, ou alguma manifestação mais violenta, por isso há duas opções: ou ficar no nosso pequeno Portugal (que ninguém garante que não seja um próximo alvo de terrorismo) ou partir em descoberta e correr os riscos associados.

Como quem não arrisca, não petisca, eu prefiro petiscar...

Maurícias: Destino de sonho... agora tão perto

Março 19, 2015

mauricias

 

O charme e a elegância da antiga França colonial, o ambiente colorido da Índia, o decoro e a polidez da China, a espontaneidade e descontração africanas. O resultado chama-se Maurícias.

Plantado no meio do Índico, a este  de Madagáscar, situa-se as Mauricias, conjunto de ilhas idílicas com tantas tradições e paisagens de arrepiar.

Aqui misturam-se cheiros e sabores dos 4 cantos do planeta - China, Índia, França, África juntam-se para a criação desta cultura unica.

As paisagens variam das praias de água azul turqueza cristalina, repleta por uma fauna e flora invejável com a sua barreira de corais, o verdejante de uma floresta virgem, as cascatas desafiadoras e vulcões desativos pelos tempos.

Depois as fazendas de açucar e rum, os templos hindús que convivem ao som dos tambores crioulos da dança Séga, as plantações de chá e cacau, os lémures trazidos de madagáscar e as tartarugas marinha.

No prato estará delicioso marisco das águas quentes do Índico, guizados crioulos a lembrar as nossas antigas colónias, chamussas originadas da Índia com toques tropicais.

Acho que é um sonho!

Acho que vai ser mais um sonho concretizado!

Até já Mauricias.

mauricias 2

 

A revolta Islâmica

Janeiro 09, 2015

rotas atualidade.jpg

 

As últimas notícias mostram mais factos sobre a Revolta Islâmica em França.

Após um grande atentado registado na passada quarta-feira à redação do jornal satírico francês Charlie Hebdo, onde dois irmãos jihadistas assassinaram 10 membros da redação deste mesmo jornal, a revolta não para.

Ontem mais um tiroteio no Sul onde um outro islâmico, aparentemente com ligações aos irmãos Kouachi, assassinou uma polícia.

Hoje mais de 80.000 polícias franceses correm o país para descobrir onde estão estes malfeitores, ao que parece e segundo as ultimas noticias até já os encontraram, depois de mais uns tiroteios numa padaria judaica e de criar um refém numa fábrica.

Parece-me que nesta história ainda vão haver mais uns quantos mortos, e não vai terminar por agora. A revolta islâmica começou.

E qual é a conclusão que podemos tirar de tudo isto?

Não quero parecer um primo afastado de Satanás e defender todos estes feitos, mas de quem será realmente a culpa? Será que se o jornal Satírico pusesse Jesus Cristo a dançar house music na Cruz com Maria Madalena a dançar no varão não haveriam revoltas destas por toda a Europa Católica Romana e mesmo Ortodoxa? Parece-me que nessa altura a porta do jornal até poderia estar fechada.

Defendo a Liberdade de imprensa, a liberdade de expressão, aliás caso contrário nem poderia estar aqui a mostrar a minha opinião, por isso concordo com todos os cartoons publicados, são uns desenhos de “mal dizer” mas todos temos de ter um pouco de bom censo e principalmente de humor. Sei que teremos de pensar ao certo o motivo desta história de ação.

Não será estranho que 3 homens, com ligações a Al Quaida, com treinos jihadistas no Iemen, ou em qualquer outro país, e procurados por todas as policias mundiais, circulem livremente numa Europa de portas escancaradas ao mundo? Será que o problema não ultrapassa em muito a religião? Será que não existirão mais causas políticas em tudo isto?

Esta é a minha opinião. Tudo isto poderia ser evitado com fronteiras europeias definidas, com um controlo rigoroso à emigração, ou caso contrário com uma correta integração destas comunidades na população local. Acusam-nos a nós portugueses de sermos um pouco racistas, mas não será de estranhar que sejamos dos poucos países da Europa sem este tipo de atentados. Espero que não tenha de me calar, que não exista cá nada do género, mas também acho que somos bem mais compreensivos que muitos outros europeus...

Será que a revolta vai continuar?

Espero que termine depois deste episódio, e não se estenda como uma das telenovelas portuguesas com muitos episódios de duração.

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D