Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

Estão a chegar muitas novidades

Dezembro 10, 2015

O Rotas do Mundo é um blog muito novo, com apenas um ano de vida, e nem sempre em funções, já obteve algum reconhecimento. Vários destaques pela equipa do sapo, bastantes visualizações para o número de post's colocados, e muito sucesso na página oficial do facebook com mais de 3 mil seguidores.

O futuro passa por evoluir lentamente, ter mais tempo dedicado ao blog, a mim e a quem perde tempo em ler-me. Por isso avizinha-se coisas boas.

O Rotas do Mundo vai ter um novo layout e uma nova imagem: jovem, quente e com muitas surpresas. Acho que vão gostar.

A nível de conteúdos tentaremos manter a mesma linha, mas com mais diversificação de matérias: as minhas viagens ou destinos visitafos e visitáveis; o Teatro - as minhas produções e as dos outros; as Artes no seu todo - cinema, pintura, música, dança; o descobrir novos paladares e sabores, seja na minha tentativa de me tornar chef caseiro ou a avaliar pratos de verdadeiros chefs ou a provar paladares internacionais; depois ainda podemos ler sobre leituras, poemas e claro os meus desabafos sobre tudo ou sobre nada, sobre a atualidade, sobre questões políticas, económicas, socias ou outras que me fazem apetecer " gritar".

E depois teremos outras novidades: entrevistas a pessoas por norma desconhecidas mas que tem paixões que as fazem lutar muito por elas; quero dar a conhecer pessoas ou factos heróicos e merecedores de destaque; vou dar a conhecer vidas reais e vidas que poderiam dar um filme.

Outra novidade são alguns passatempos que estão a chegar.

Este futuro está para muito breve portanto é obrigatório acompanhar o Rotas do Mundo e nada mais fácil do que ser seguidor do blog ou da nossa página de facebook.

Não quero desTAPar os olhos

Maio 15, 2015

card_aviao_tap.jpg

 

A TAP – companhia aérea de bandeira portuguesa, nunca foi tão falada em todos os media do mundo. E a situação é complicada.

Após prejuízos avultados, e de acordo com instruções da Troika, o governo de Passos coelho pensou que a única oportunidade de sobrevivência desta empresa seria a sua privatização.

A TAP é uma gigantesca empresa com milhares de funcionários, com ordenados milionários e onde estão assentes sindicatos poderosíssimos e riquíssimos.

Lutam principalmente os pilotos contra a privatização, ou melhor, lutam pela garantia de permanência no novo capital social da empresa. Daí efetuam 10 dias de greve com adesões baixas para a temática. Os sindicatos dizem que foi uma vitória, o governo e a administração da TAP dizem que foi uma vitória, os pilotos dizem que foi uma vitória, parece que quem saiu mesmo derrotado de tudo isto foram os restantes funcionários da transportadora aérea e obviamente os seus clientes.

Com uma frota velhíssima, com muitos aviões prontos para o abate, com uma empresa de manutenção brasileira que a cada dia que passa afunda mais a liquidez da empresa, que conta com um passivo de liquido de 500 milhões de euros, o futuro parece difícil.

Mas enquanto há esperança tudo pode acontecer.

O governo avança mesmo para a privatização mesmo contra as vozes que surgem, incluindo os da oposição de esquerda.

Entretanto, 7 empresas mundiais solicitaram informações sobre a mesma para saberem se avançarão para a compra. Ao que parece neste momento apenas existem 5 interessados e que terão de apresentar a proposta definitiva hoje até às 17H00.

Entre eles estão 2 fundos americanos, a Azul – uma companhia aérea brasileira, o grupo brasileiro Bozano e Gávea Investimentos.

Na minha modesta opinião, concordo com a privatização desta empresa, no entanto acho que o processo de privatização foi pouco estudado, só destrui valor para a TAP, ou se virmos por outro lado, só minimizou encargos para os potenciais compradores (favores de V. Exa.)

Aquilo que espero é apenas que esta privatização não volte a pesar nos bolsos dos contribuintes, que contribua para o avanço da economia portuguesa e que acima de tudo mantenha a TAP no top das companhias aéreas europeias.

Não quero destapar os olhos com receio do que poderá acontecer.

Interstellar

Abril 14, 2015

interstellar (1).jpg

 

Ontem foi de cineminha em casa, mais um filme, e que grande filme.

A escolha recaiu em Interstellar filme de 2014 dirigido por Christopher Nohan, sem dúvida uma excelente realização e sinal de grande criatividade dos irmãos Nohan.

A história poderá estar distante, ou apenas a alguns anos, não nos podemos esquecer que é um filme de ficcção cientifica, no entanto não deixa de ter uma base de verdade. Vamos imaginar que a ficção neste caso se torna em realidade, então a ação desenrola-se num EUA, mas que poderia ser em qualquer ponto do mundo, numa pequena aldeia “global” que está próximo do apocalipse. Ou seja, a extinção do planeta terra com imensas tempestades de pó, de lixo, e com pragas à mistura.

Agora já não há guerras, há fome. A vida já não passa pelo consumismo e pela ambição de grandes cargos profissionais. Não vale a pena sonhar , porque o que realmente a população precisa é de alimentos.

Rapidamente percebemos que aquela família onde se centra a ação, é diferente das demais, talvez pelo seu pilar ter sido em tempos comandante da NASA. Por isso como uma questão aletória, à partida, ele próprio descobre os “bastidores” de uma mega operação da Nasa de forma a possibilitar a salvação da humanidade.

E esta salvação passará por 2 planos – encontrar a teoria correta da gravidade para onde migraria uma grande dose de humanos para um novo planeta, ou a criação dessa humanidade já nesse novo planeta através de óvulos fecundados.

E é aqui que começa verdadeiramente a ação de ficção científica, deambulando por galáxias distantes, em busca de planetas que poderão ser habitáveis.

No fim... terão de ver mas nem tudo o que parece é.

Saliento, o grande desempenho de Matthew McConaughey como protagonista desta película, realmente este ator depois de Clube de Dallas deu um salto gigantesco. E as fabulosas interpretações femininas de Anne Hathaway e Jessica Chastein. Realço ainda a participação de Matt Damon, numa interpretação secundária mas recheada de qualidade (ok, sou fã).

Um filme que obteve 5 nomeações aos Óscares em áreas técnicas, mas que apenas ganhou o Óscar de efeitos visuais que na minha opinião são excelentes tal como a fotografia.

Slide4.JPG

 

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D