Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

Cristina Ferreira de Saloia da Malveira a Rainha Midas em Portugal

Julho 22, 2015

rev.jpg

 

Cristina Ferreira a conhecida apresentadora de televisão, estrela da TVI, parece o novo Rei Midas em Portugal.

Porquê este fenómeno? Não consigo perceber, talvez pela sua simpatia, pela simplicidade que quer transmitir, mas a verdade é que tudo onde toca, tal como o Rei Midas transforma-se me ouro.

Na apresentação dos programas da manhã continua líder de audiências em conjunto com o seu amigo Goucha, quando detém o Prime Time de Domingo seja acompanhada ou sozinha ganha à concorrência, torna-se embaixadora mundial de uma empresa de cosméticos e o seu perfume Meu esgota sem explicação.

perf.jpg

 

Depois o seu blog Daily Cristina é um dos mais visualizados e lidos neste mundo virtual português, a sua revista assim que chegou às bancas esgotou e todas as edições têm imensas tiragens, e agora um simples vestido da Veste Costure que vestiu na última festa da TVI, e que tanto foi criticado, volta a esgotar.

cris.jpg

 

Fico espantado com tal feito, não por não achar que a Cristina não mereça, ou pela típica inveja portuguesa, pelo contrário fico feliz que alguém português se torne verdadeiramente uma estrela. E em Portugal há tão poucas hit Women verdadeiras e estrelas a brilhar.

Realmente tal como Rei Midas onde a nossa Cristina toca vira ouro.

Sendo saloio de colares dico feliz pela saloia da Malveira.

Cristina, fala lá do meu blog que com certeza vai ter bastantes visualizações. J

Globos de Ouro - adorei o inesperado

Maio 25, 2015

Não podia deixar de comentar 3 simples estatuetas da categoria de teatro.

Numa entrega de prémios como os globos de ouro que é encenada, criada e estupidamente organizada por um grupo de comunicação, em que apenas neste grupo existe linhas disponíveis para a obtenção de votos, é natural e habitual que premeie as suas figuras de cartaz, aliás o que tem vindo a acontecer sempre.

Por essa razão acabaram com a categoria de televisão - era um absurdo.

No entanto, este ano adorei a entrega dos prémios de teatro, se os votos de Diogo Infante não foram surpresa, fiquei de queixo caído com a escolha da melhor atriz que foi entregue merecidamente a Sara Carinhas.

Mas a entrega do prémio a Tropa Fandanga como melhor espetáculo foi arrebatador. Uma revista á portuguesa moderna, radical, sem preconceitos, arrojada e com tudo para poder falhar. Mas são estes os riscos que compensam. Merecido. E para quem não viu tem oportunidade de ver novamente em Lisboa no final de junho. Parabéns. Afinal está provado que pode haver qualidade aliado a público.

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D