Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

Noite de Teatro – Rapazes Nus a Cantar

Julho 03, 2015

naked cartaz.jpg

 

Ontem depois de tentar ir assistir às Raposas no Teatro Aberto, que se encontrava esgotado, de tentar visitar a Ruef e o Monchique no Casino Lisboa no Lar doce lar sem sucesso, acabei por aceitar o convite para ir ao Casino Lisboa ver o musical encenado pelo Henrique Feist – Rapazes nus a cantar.

Este espetáculo musical estreou na Of-Broadway em 1998, e desde então voltou várias vezes a cena quer na Broadway, quer em muitos países. Textos originais de Bruce Vilanah e Stephen Bates entre outros e música de Nic. TenBraek. Um espetáculo que tem atraído muito público pelo mundo fora principalmente pelo fato de os atores representarem totalmente nus na maioria do espetáculo.

A versão portuguesa de Feist está bem conseguida, a adaptação dos textos e letras está bem feita e resulta dentro do seu género.

É um espetáculo composto por vários quadros que aborda o despudor do corpo humano masculino e dos seus genitais, sempre em jeito cómico abordando temas gay de forma leve e descomplexada.

É essa transformação de Feist que eu valorizo face ao original, a leveza e alegria que trouxe a este espetáculo que em Nova Iorque é bem mais puro e desnecessariamente chocante.

O elenco muito pouco conhecido é compostor por 8 jovens atores, que principalmente cantam e dançam muito bem. O espetáculo apesar de estar um pouco desorientado vive essencialmente da técnica vocal que é bastante exigente e que está bem conseguida. É de lamentar que esta peça não consiga ter um casting mais refinado com atores de topo, mas em Portugal deve ser difícil convencer alguém para "porem os pénis a cantar".

À produção parabéns pela coragem de fazer este espetáculo em Portugal, um país ainda um pouco quadrado e ao Casino Estoril por a exibir.

naked men.jpg

 

 

I don't make love, I fuck ... hard

Abril 26, 2015

bondage.jpg

 

Em 2011 a britânica EL James escreveu a trilogia as 50 sombras de Grey, que no espaço de 6 Semanas vendeu mais de 10 milhões de cópias, tornando-se num dos maiores best sellers de sempre.

Em Fevereiro deste ano estreia no cinema em Portugal o primeiro episódio destas sombras, agora em filme e com realização de Sam Johnson, e assisti a loucura do público feminino a esgotar salas.

A minha curiosidade era alguma, mas o que será que EL James escrevera que tinha tornado esta história num fenómeno?

Então este fim semana lá vi o tão badalado filme.

Um romance com alguns toques de erotismo que conta a história de Anastasia, uma estudante de literatura inglesa, que a pedido da sua amiga conhece Christian Grey, um jovem milionário e empresário de sucesso.

De um lado o feminino, frágil, doce, meigo, romântico e puro do outro o masculino forte, experiente, vaidoso e confiante.

E como qualquer romance a jovem apaixona-se por este homem enigmático e vai conhecelo a fundo até conhecer o podre gosto por BDSM - sádico e masoquista.

E ai ela vai ser iniciada em algo que não imaginava, e vai tentando conquistá-lo para o mundo do Amor.

Como não li os livros não sei o final da história mas calculo que vença o amor e romance, mas para mim um bom final seria a inversão dos papéis entre Grey e Anastasia.

Enquanto espero pelo próximo filme vou adotar a deixa de Grey... I don't make love, I fuck hard...

50sombras.jpg

 

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D