Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

Check Trip List

Novembro 27, 2015

Ontem ao ver um documentário num dos muitos canais temáticos disponíveis na cabo, tomei eu próprio a iniciativa de efetuar uma lista dos locais que pretendo obrigatoriamente visitar antes de morrer. São alguns, portanto é melhor começar já em 2016 a cortar alguns da lista...

Oceânia:

Austrália

Nova Zelândia

Fiji

Ásia:

China

Japão

Índia

Vietname

Malásia

Europa:

Escócia

Holanda

Itália

Grécia

Rússia

África:

Quénia

Egito

Etiópia

Moçambique

Tanzânia

América

América:

Perú

Chile

Argentina

Costa Rica

Estados Unidos América

As Portas que se fecham

Novembro 21, 2015

Existem momentos na vida em que pensamos que temos todas as liberdades do mundo à distância de um estalar de dedos. Há momentos depois que nos apercebemos que somos pequenos insectos levados com a força da corrente, uma corrente de ar ou de água, ou uma corrente de ideiasbe forças que nos ultrapassam. Mas quando o medo, o terror nos pode assombrar só temos de ter garra, coragem, ousadia e confiança para o futuro que está para chegar. Assim temos de estar preparados para tudo, e para nos debater contra todos. Por isso, por mais que nos fechem uma porta na cara, há que tentar a porta do lado, e se todas as portas se fecharem é ousar entrar pela janela que se mantém entreaberta. Não vale a pena desistir, não vale a pena apontar dedos aos culpado, basta arregaçar as mangas e lutar por aquilo que queremos. Por isso mesmo que se fechem mil portas eu vou continuar a lutar pela minha liberdade, pela minha felicidade, por os meus sonhos. Vou fazer o favor de ser feliz.

portas-antigas-9451665.jpg

O teu voo, gaivota

Agosto 27, 2015

gaivotas.jpg

 

Há vidas perdidas em terras distantes,

Há minutos que correm incessantes,

Há sonhos que tornam olhos lacrimejantes,

Há gaivotas que podiam nunca ter voado antes.

 

Portanto, tu gaivota que desafias o céu, a terra e o mar,

Toma cuidado com tudo o que te quer parar de voar.

Voa em busca do bem precioso,

Que pode ser um galho, um seixo ou uma lata a brilhar.

 

Chega de ficar parada na rocha a ver as ondas a rebentar,

Chega de ficar especada a observar,

Reage, acorda e levanta voo

E assim talvez os teus sonhos consigas alcançar.

 

PMC 08/2015

Uma familia de surdos - La Famille Bélier

Agosto 21, 2015

cartaz.jpg

Numa França Rural, onde predominam as muitas feiras de produtos frescos, as quintas e os campos agrícolas vive uma família especial – a família Bélier – uma família composta por 3 pessoas surdas (pai, mãe e filho mais novo) e uma cantora fenomenal (a filha).

Paula Bélier, é essa jovem que se vê numa luta diária constante entre os seus afazeres de estudante e a vida árdua de agricultora, criadora de gado, vendedora de queijos e a sua maior profissão do mundo intérprete de língua gestual.

A história é simples, e podemos caracterizar quase como uma espécie de comédia romântica. Há imensos filmes americanos assim, a jovem com um talento enorme, que luta contra a sua família para seguir o sonho e entrar numa escola de artes famosa e conceituada. A receita é já muito utilizada, mas neste filme a diferença passa exatamente pelo antagonismo entre a pessoa que canta e a sua família que é surda e quase que está isolada do mundo devido à sua deficiência.

É essa abordagem que valorizo no filme, acho que está muito bem conseguido. Não sei se realmente os atores estão a falar uma língua gestual francesa perfeita, pois não a entendo, mas seja como for a abordagem está estupenda.

Saliento 3 momentos marcantes que me arrepiaram: O concerto de Paula no coro da escola, em que o realizador nos dá a perspetiva dos surdos, em que vemos a imagem e não ouvimos absolutamente nada; a cena em que o pai se encosta ao peito da filha para “ouvir” a canção; e a cena final em que a canção maravilhosa que Paula interpreta é acompanhada de língua gestual.

A escolha da banda sonora, repleta de músicas francesas clássicas é fabuloso, a interpretação dos atores vai extremamente bem de destacar Karia Viard – que desempenha Gigi a mãe surda muito acelerada, vaidosa e até um pouco louca, François Damiend – que desempenha Rodolph, e obviamente Louane Emerc que tem uma voz fabulosa e que desempenha muito bem este primeiro papel no cinema.

paula.jpg

 

É um filme simples, provavelmente para muitos, dispensável, mas este filme trouxe-me muitas recordações boas, inclusive uma das minhas primeiras reportagens na RTP2 exatamente sobre esta temática: Música para surdos.

Pelo menos que este filme sirva para acabar com a discriminação que ainda existe para a comunidade surda.

Slide4.JPG

 

Saudades da Broadway

Julho 04, 2015

 

Uma amiga minha visita todos os anos Nova Iorque, eu pensava que ela era doida. Mas depois de visitar a big apple percebi.

Eu também quero voltar.

Quero entrar naquele mundo, quero que as luzes voltem a iluminar o meu rosto.

Nunca vou esquecer por isso acho que está na hora de voltar aquelas salas de espetáculos repletas de magia.

Pippin o meu primeiro broadway show...

#Maurícias - Breves 3

Junho 09, 2015

E o sonho continua... Hoje depois de sobrevoar a selva alguns momentos acima dos 90 metros pendurado nas zip lines/ slide e na ponte nepalesa eis que aterro na verdadeira savana, ali junto a imponentes leões.

Respeito com aquele "miar" forte... A sensação de lhes tocar é fabulosa mas agarrar ao colo em leões e tigres bebés foi um sonho. Acho que parecia uma criança a quem deram uns doces...

Um bom rugido ao dia de hoje.

Safari and jungle adventure done, tomorrow ocean adventure...

#Mauricias - breves 1

Junho 05, 2015

Cansado muito. Feliz muito. Sonhei, imaginei e já se concretizou.

Em poucas palavras, depois contarei mais: Charamel e a terra das 7 cores, Black river e Alexandra's falls, Rhumerie e as plantações de cana do açucar, Bois Cheri e as estradas imersas nas plantações de chá, Mais de 200 km de paisagens deslumbrantes desde a madrugada até á noite por selva verde e estradas nada iluminadas.

Uma grande aventura que terminou por hoje.

Maurícias: Destino de sonho... agora tão perto

Março 19, 2015

mauricias

 

O charme e a elegância da antiga França colonial, o ambiente colorido da Índia, o decoro e a polidez da China, a espontaneidade e descontração africanas. O resultado chama-se Maurícias.

Plantado no meio do Índico, a este  de Madagáscar, situa-se as Mauricias, conjunto de ilhas idílicas com tantas tradições e paisagens de arrepiar.

Aqui misturam-se cheiros e sabores dos 4 cantos do planeta - China, Índia, França, África juntam-se para a criação desta cultura unica.

As paisagens variam das praias de água azul turqueza cristalina, repleta por uma fauna e flora invejável com a sua barreira de corais, o verdejante de uma floresta virgem, as cascatas desafiadoras e vulcões desativos pelos tempos.

Depois as fazendas de açucar e rum, os templos hindús que convivem ao som dos tambores crioulos da dança Séga, as plantações de chá e cacau, os lémures trazidos de madagáscar e as tartarugas marinha.

No prato estará delicioso marisco das águas quentes do Índico, guizados crioulos a lembrar as nossas antigas colónias, chamussas originadas da Índia com toques tropicais.

Acho que é um sonho!

Acho que vai ser mais um sonho concretizado!

Até já Mauricias.

mauricias 2

 

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D