Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rotas do Mundo

Pedro around the World... My life, my dreams, my favourite things

O Deus da Carnificina

Março 12, 2018

image.jpg

 

Em cena no teatro da Trindade desde de dia 1 de Março, O Deus da Carnificina é uma comédia negra de Yamina Reza, autora francesa de ascendência iraniana.

 

Dizer que esta peça é uma comédia negra talvez seja vulgarizar um pouco a sua essência, direi antes que se encontra no registo de uma tragicomédia que assenta na análise do lado negro de todas as pessoas, aquele lado infernal que todos tentamos esconder por detrás de uma máscara qualquer.

 

Ao longo da peça são estas máscaras que vão caindo e que vão revelando a essência verdadeira de cada personagem, mas acima de tudo que nos revela a todos nós a nossa verdadeira essência.

 

Ali deixam de existir filtros, deixa de haver bom senso, os personagens tornam-se genuínos.

 

Diogo Infante encenador e ator da peça disse à agência Lusa que "Gostava que as pessoas levassem um pequeno murro no estômago”, e penso que no meio das gargalhas dissimuladas, nervosas ou espontâneas todo o público vai levando lentamente ao longo dos 80 minutos de duração pequenas pancadas com um pau que nos vai desfigurando a essência.

 

A história da peça é simples mas eficaz: dois jovens de 11 anos que se magoam na escola. Um agride verbalmente, o outro desfaz-lhe literalmente a boca. Assim surgem dois casais, pais dos respetivos jovens, supostamente são completamente diferentes e com a sua personalidade bastante vincada, que lutam em defesa do seu rebento. São os pais transformados em predadores para defender a sua cria.

 

Com tradução, versão e encenação de Diogo Infante, O Deus da Carnificina tem cenografia e adereços de Catarina Amaro, desenho de luz de Tânia Neto e sonoplastia de Rui Rebelo.

 

A desempenhar brilhantemente as 4 personagens estão Diogo Infante, Jorge Mourato, Rita Salema e Patricia Tavares. A interpretação de todos é brilhante mas tenho de reconhecer a Patricia que segue nesta peça de forma magistral.

Q Avenue chega a Portugal

Fevereiro 10, 2017

avenue q.jpg

O musical da Broadway Q Avenue, chegou a Portugal no passado dia 08 de Fevereiro.

 

Se pensa que é um musical de cor e penas, engana-se, ao estilo dos marretas ou da antiga Rua Sésamo, bonecos (marionetas) entram em palco misturando a realidade e a fantasia.

A história passa-se como é óbvio nesta Avenida Q, uma qualquer avenida transportada para o nosso Portugal onde deambulam personagens polémicas e irreverentes. Luís, um recém-licenciado cheio de esperanças mas que é uma valente merda, Marta que passa a vida à procura de amor, a Paula Porca, o tarado Trekkie o Félix o gay que não tem coragem de sair do armário, estas são algumas das personagens que vão debater problemas de jovens adultos.

 

O musical, nada aconselhado para crianças, aliás é uma produção para maiores de 16 anos, refletem os problemas da maioria dos jovens adultos: desemprego, namoros, problemas familiares ou com colegas, preconceitos.

Mas tudo isto sempre com uma visão supre positiva e que nos vão fazer pensar: OK, a minha vida pode ser uma merda mas mais vale curti-la ao máximo.

 

Este espetáculo da Força de Produção com encenação de Rui Melo e onde brilham os atores Ana Cloe, Diogo Valsassina, Gabriela Barros, Inês Aires Pereira, Manuel Moreira, Rodrigo Saraiva, Rui Maria Pêgo, Samuel Alves, Artur Guimarães, Luis Neiva e André Galvão – um monte de gente talentosa e louca.

 

Os preços dos bilhetes vão dos 12 aos 18 euros, mas por mais 3 euros podes ter acesso à Penthouse Glammour Swag com um meeting com atores e com a Paula Porca...

Tudo isto no Teatro da Trindade em Lisboa. Parabéns pela coragem e irreverência de terem trazido este espetáculo a Portugal, em breve darei noticias da minha visita.

Rentrée Teatral - o que vai estrear em Setembro pelos nossos palcos

Agosto 27, 2015

O mês de Agosto muito pobre em eventos culturais, especialmente em Teatro está a terminar, e Setembro regressa com muitas das companhias a estrearem as suas novas produções.

É sinal que já vou ter mais alguma oferta para ocupar as quintas feira que se avizinham.

O teatro D. Maria II vai abrir portas dia 11 a 13 com eventos gratuitos, vão subir ao palco a trilogia das tragédias gregas reescritas por Tiago Rodrigues (o novo diretor deste teatro) entre vários eventos, uma homenagem a Eunice Munoz e a Primeira Feira do Livro do Teatro.

O Teatro da Trindade também regressa em força com a Mostra de Teatro dos países da América Latina, a oferta e muita e diversificada.

Vamos ver se consigo ver muitos, pois ainda terei uma semaninha de férias neste período, mas quero com muita força ver “O contrabaixo” de Patrick Susskind (autor de um dos meus livros preferidos – Perfume) que estará no Teatro São Luiz, Uma mulher sem importância de Oscar Wilde no Maria Matos pelo Grupo Truta e a nova encenação de Jorge Silva Melo – Jogadores de Pau Miró – pelos Artistas Unidos no Teatro da Politécnica.

Quero tentar ainda passar no D. Maria II na Feira do Livro, há tão poucos e são tão raros de encontrar que é uma pena desperdiçar esta hipótese.

A minha rentrée teatral, ou melhor, o Regresso do grande musical Hotel Royal vai regressar mas apenas em Outubro, até lá beber um pouco de cultura para alimentar a alma.

Deixo-vos então a agenda teatral de Setembro, uma ssugestões:

Dia 02 a 13/09 – És Cena mostra teatro latino-americano – Teatro da Trindade

Dia 09 a 20/09 – Baile – Teatro São Luiz

Dia 09/09 (a partir) – Nome Próprio – Casino Lisboa

Dia 10 a 19/09 – Uma Mulher sem importância – Teatro Maria Matos

Dia 11/09 – Ifigénia – Teatro D. Maria II

Dia 12/09 – Agamémnon – Teatro D. Maria II

Dia 13/09 – Electra – Teatro D. Maria II

Dia 17/09 a 27/09 – Contrabaixo – Teatro São Luiz

Dia 25 e 26/09 – A Mentira – Teatro D. Maria II

Dia 25 e 26/09 – Mujeres Y Criados – CCB (Mostra Espanha)

Dia 23/09 a 24/10 – Jogadores – Teatro da Politécnica

Em data a designar – República das Bananas – Teatro Politeama

Em data a designar - Revista quer é Parque – Teatro Maria Vitória

Divirtam-se e Viva o Teatro!

about me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D